• bahai_brasil

Na África: Enquanto um templo se ergue, cresce a expectativa para outro

MATUNDA, Quênia, 12 de junho de 2020 - Embora em estágios bem diferentes de desenvolvimento, os locais designados para as Casas de Adoração Bahá’í no Quênia e na República Democrática do Congo estão fornecendo um vislumbre inicial do crescente espírito de esperança e unidade.


“O templo que está emergindo já se tornou um símbolo de unidade por aqui. Pessoas estão vindo ver o que está acontecendo.” diz Stephen Mwangi, administrador do projeto da Casa de Adoração Bahá’í Local que está sendo construída em Matunda no Quênia.


Fotografia tirada antes da atual crise global de saúde. Pessoas de todas as idades se reúnem regularmente nas dependências da Casa de Adoração Bahá'í local em Matunda para orar juntos e oferecer assistência com vários aspectos da manutenção do terreno.

Desde antes do início da construção, pessoas de diferentes religiões de vilarejos próximos têm se reunido no local do templo para momentos devocionais coletivos. Um número crescente de moradores da área, se apropriando do projeto, também têm ajudado em várias tarefas, incluindo a manutenção de um viveiro de plantas no local.


Fotografia tirada antes da atual crise global de saúde.

O terreno do templo também se tornou um local de encontro para os jovens que participam dos programas educacionais Bahá'ís que desenvolvem capacidades para o serviço. Vivian, uma jovem de Matunda, diz: “Adorar a Deus nos transforma interiormente e se expressa exteriormente, o que significa colocar nossa fé em prática através de ações altruístas”.


Pessoas de todas as idades que participam dos programas educacionais da comunidade bahá'í no Quênia reúnem-se regularmente nos arredores da Casa de Adoração Baha'i local em Matunda para estudar e consultar sobre como podem desenvolver capacidade de oferecer serviço à sociedade.

Wesley, outro jovem da área, diz que “como pessoas de todas as religiões participam desse projeto e de reuniões devocionais no local do templo, elas percebem como a Casa de Adoração representa a unicidade da humanidade e o melhoramento da sociedade por meio de ações positivas.”





Apesar dos desafios causados pela pandemia, os bahá'ís no Quênia e na República Democrática do Congo estão perseverando e encontrando maneiras criativas de prosseguir com os projetos do templo, seguindo as medidas de segurança adotadas por seus governos.


Com as bases estabelecidas para o edifício central da Casa de Adoração no Quênia, as nove paredes do templo foram erguidas e os suportes para o elegante telhado inclinado do projeto estão sendo instalados.

As obras da Casa de Adoração Baha'i local no Quênia continuam avançando, embora em ritmo mais moderado durante a pandemia

Na República Democrática do Congo, a expectativa cresce para a divulgação do projeto da Casa de Adoração Bahá'í nacional. O terreno do templo, localizado na capital, Kinshasa, está sendo preparado para a fase de construção. Voluntários da localidade e de todo o país estão ajudando na manutenção do terreno, reunindo-se no início de cada dia para orar juntos.


Pessoas de várias religiões da região e de todo o país que auxiliam na manutenção do terreno da Casa de Adoração Bahá'í nacional na República Democrática do Congo se reúnem no início de cada dia para orar juntos.

Sam Katombe, agente de ligação da comunidade para o projeto de construção da Casa de Adoração em Kinshasa, diz:


“A adoração, como as raízes de uma árvore, nutre-se a partir do solo do amor divino. E o serviço é como a seiva que traz vida à comunidade. Aqueles que estão oferecendo seu tempo e energia para dar às pessoas de seu país um lindo local para devoção e meditação estão ajudando a erguer um edifício dedicado à unidade e ao amor a todos.”


Fonte: Bahá'í World News Service, original em inglês disponível aqui

32 visualizações

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube