• bahai_brasil

Em meio à crise de saúde, o Irã tem que libertar os bahá’ís da prisão

Tradução de artigo da Bahá'í International Community. Para ler a versão original em inglês acesse: https://www.bic.org/news/amidst-health-crisis-iran-must-release-bahais-prison



Nova York — 11 de abril de 2020 —


A Comunidade Internacional Bahá'í está profundamente preocupada com o bem-estar dos Bahá'ís que permanecem na prisão no Irã.


Nas últimas semanas, o governo iraniano libertou vários prisioneiros de consciência no país devido aos riscos à saúde associados ao novo coronavírus (COVID-19). Isso incluiu vários Bahá'ís presos apenas por motivação de crença religiosa. No entanto, outros Bahá'ís continuam na prisão, aumentando a preocupação com sua saúde.


"A Comunidade Internacional Bahá'í exorta o Irã a libertar imediatamente os Baha'ís que ainda permanecem na prisão", disse Bani Dugal, Representante Principal da Comunidade Internacional Bahá'í nas Nações Unidas em Nova York. “Esses indivíduos são inocentes e nunca deveriam ter sido encarcerados. Sua atual detenção não é apenas injusta, mas está agora colocando suas vidas em considerável perigo. Com toda a certeza, todos os prisioneiros de consciência devem ser libertados neste momento. "


Desde o surto do vírus, agentes internacionais como o Alto Comissariado da ONU para os Direitos Humanos, o Relator Especial da ONU para o Irã e a Anistia Internacional pediram ao Irã que libertasse todos os prisioneiros de consciência, a fim de impedir a propagação do coronavírus nas prisões e centros de detenção.


0 visualização

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube