• bahai_brasil

Comunidade Bahá'í celebra "Rei dos Festivais" com alegria e resiliência em todo o país

"A Primavera Divina já veio, (...) magnifica o nome de Deus e celebra o Seu louvor, de tal modo que todas as coisas criadas se regenerem e se façam novas".


Bahá’ís se reuniram em todo o país para celebrar o início do Festival do Ridván, um dos mais importantes eventos da história da Fé Bahá’í. Nestes mesmos dias, há pouco mais de 150 anos, seu Fundador, Bahá’u’lláh (1817-1892), estava prestes a sofrer mais um exílio, após ser caluniado, injustamente preso, torturado e exilado de Sua terra natal.




Naquela ocasião, para que pudesse se despedir de todos comovidos com a notícia, Bahá’u’lláh passou doze dias em um jardim nos subúrbios de Bagdá. Foi nesse local, amplo e repleto de flores, que Bahá’u’lláh anunciou a Sua missão e confirmou a verdade eterna de que Deus nunca abandona a humanidade. O jardim, então, passou a ser chamado de Jardim do Ridván, que significa “Jardim do Paraíso”, e aquele período ficou conhecido como o Festival do Ridván, o Rei dos Festivais.


No Brasil, as celebrações do Festival se deram presencialmente dentro de muitas famílias, e, na maioria dos casos, encontros virtuais foram organizados para que pudessem reunir o máximo de amigos possível para orar, recordar a história e meditar sobre o seu significado.



“O Festival do Ridván nos faz lembrar como situações de crise podem se tornar oportunidades para alcançar vitórias”, ressaltou Jader Rodrigues, que participou de uma celebração virtual. Para ele, em um momento em que o medo parece se impor, as ações da Comunidade bahá’í estão ganhando um novo significado.


Um grupo de jovens também encontrou uma forma criativa de festejar a data: organizaram uma transmissão ao vivo numa plataforma de vídeo, com a participação de músicos de todas as regiões do país apresentando canções para inspirar e alegrar a todos.


“Sabemos da importância de celebrar os Dias Sagrados e, quando percebemos que este ano teria que ser diferente, começamos a buscar alternativas para realizar algo com a mesma alegria e devoção de sempre”, afirmou Kian Shaikhzadeh, um dos organizadores da celebração, que contou com mais de 700 acessos.



A transmissão ao vivo reuniu diversidade de vozes, rostos e expressões artísticas do país e isso criou um grande impacto nos espectadores, que parabenizaram muito os jovens idealizadores por sua criatividade. “Eu adorei a iniciativa deles. Foi algo simples, lindo e uniu as pessoas”, disse Carolina Monteiro, que assistiu à toda programação.


O vídeo completo da celebração pode ser conferido aqui.

386 visualizações

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube