• Assembleia Espiritual Nacional dos Bahá'ís do Brasil

Assembleia Espiritual Nacional escreve à comunidade nacional por ocasião do Naw-Rúz 179!



À

Todos aqueles que celebram a chegada do Ano Novo Bahá’í



Amigos ternamente amados,

Neste dia, milhões de pessoas em todo mundo se unem em alegria e gratidão para celebrar o término do abençoado período do jejum e as boas-novas da chegada de um novo ano. Este Dia Sagrado é como uma faixa de luz em um mundo sombrio, uma fonte de esperança e confiança na capacidade humana de transformar sua realidade. Adentramos esta nova etapa reconhecendo as incontáveis dádivas celestiais que têm coroado de êxito todo esforço feito por amor a Deus e por seus filhos. Nos explica a amada Casa Universal de Justiça em sua Mensagem de 4 de janeiro, dirigida aos bahá’ís do mundo:


Uma confluência de circunstâncias no mundo em geral e dentro da Fé fez deste um momento pleno de entusiasmo. Os desafios globais que ora estão perante a humanidade são um severo teste à sua disposição de deixar de lado interesses pessoais efêmeros e aceitar essa grave realidade espiritual e moral: há apenas uma família humana interconectada e ela partilha de uma única pátria preciosa. Neste mesmo momento, os seguidores de Bahá’u’lláh estão novamente examinando as possibilidades que se lhes apresentam para liberar o poder de construção de sociedade da Fé. Este Plano testará seu vigor, sua determinação e a potência de seu amor por aqueles com quem convivem. Em todos os lugares eles ajudarão a nutrir comunidades com um propósito em comum que reconhecem o poder da unidade para curar, para transcender. Dentro dessas comunidades, toda alma pode encontrar um refúgio, e nas muitas atividades de adoração e louvor, de educação, de transformação social e de desenvolvimento de comunidades - em tudo isso, toda alma pode encontrar espaço para crescer e servir. Nos sentimos arrebatados com a promessa de ‘Abdu’l-Bahá: “O humilde será feito grande e o débil será favorecido com força; os de tenra idade tornar-se-ão filhos do Reino e os que se extraviaram serão guiados ao seu lar celestial”.


Ergamos nossas preces ao Alto em gratidão pela vida e Ensinamentos de Sua Santidade Bahá’u’lláh. Quão afortunados somos por viver nesse Dia! Esta, em verdade, é uma época especial. A humanidade clama por justiça e amor, e Bahá’u’lláh nos ofereceu um cálice de pura luz. Como poderíamos ousar nos acomodar? Não, mil vezes não! Este é o Dia de Bahá! Este é o Dia em que mulheres e homens, de todas as origens, devem se dar as mãos e bravamente traduzir em ações, em um novo modo de vida, este “poder de construção de sociedade” que ora está sendo liberado. Um poder cuja fonte advém de uma nova Revelação e cuja expressão encontra-se em nossas mãos. Sejamos nós os portadores desse cálice de luz celestial a todos aqueles que têm sede.


Com amorosas saudações bahá’ís,

Liese von Czékus Cavalcanti

Secretária



13 visualizações