Todo louvor a Ti, ó Senhor meu Deus! Não sei cantar Teu louvor; não sei descrever Tua glória nem invocar Teu Nome. Se eu Te invocar por Teu Nome, o Possuidor de tudo, serei constrangido a reconhecer que Aquele que segura na mão os destinos imediatos de todas as coisas criadas é apenas um vassalo dependente de Ti e é a criação de uma simples palavra que procedeu de Teus lábios. E se eu Te proclamar pelo nome Daquele que é o Predominante, eu logo descobrirei ser Ele apenas um suplicante caído no pó, atônito em face de Tua temível grandeza, Tua soberania e Teu poder. E se eu tentar Te descrever glorificando a Unicidade do Teu Ser, breve perceberei que tal conceito não passa de uma noção tecida por minha própria imaginação, e que Tu sempre foste imensuravelmente elevado acima das vãs fantasias elaboradas pelos corações dos homens.\nA glória do Teu poder me dá testemunho! Quem pretender que Te haja conhecido terá, em virtude de tal pretensão, atestado sua própria ignorância, e se alguém imaginar que a Ti haja atingido, todos os átomos da terra darão testemunho de sua fraqueza e proclamarão sua falha. Tu, porém, em virtude da Tua misericórdia, a qual excedeu os reinos da terra e do céu, Te dignaste aceitar de Teus servos o louvor e a honra por eles prestados a Teu próprio Ser excelso. E ordenaste que celebrassem Tua glória, para que assim as insígnias da Tua guia se desdobrassem em Tuas cidades e os sinais da Tua misericórdia fossem difundidos entre Tuas nações, sendo cada um e todos capacitados para atingirem o que Tu lhes destinaste segundo Teu decreto e lhes ordenaste por Tua vontade e Teu desígnio irrevogáveis.\nTendo dado testemunho, pois, de minha própria incapacidade e da de Teus servos, imploro-Te, pelo esplendor da luz da Tua beleza, que não proíbas Tuas criaturas de se aproximarem das praias do Teu sacratíssimo oceano. Através da divina doçura das Tuas melodias então, ó meu Deus, atrai-os para o trono da Tua glória e o assento da Tua eterna santidade. Tu és, verdadeiramente, o Mais Poderoso, o Rei Supremo, o Grande Doador, o Excelso, o Sempre-Desejado.\nConsente, pois, ó meu Deus, que Teu servo, que a Ti se volveu, fixando em Ti seu olhar e segurando à corda e Tua misericórdia e Teu favor, participe das águas vivas de Tua mercê e Tua graça. Faze-o, então, ascender às alturas às quais aspira, e não lhes negues o que Tu possues. És, em verdade, o Eterno Perdão, o Mais Generoso.

Bahá'u'lláh

Oraremos por você ou pela pessoa a quem dedicar a sua oração.

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube