A Atitude de Devoção

A Atitude de Devoção

A fim de que possamos atingir a condição espiritual em que se torne possível conversarmos com Deus, ‘Abdu’l-Bahá diz:

"Devemos nos esforçar a fim de atingirmos a esta condição, separando-nos de tudo e do povo do mundo, e voltando-nos para Deus somente. Será preciso algum esforço da parte do homem para alcançar tal estado, mas ele deve trabalhar para isto, lutar por isso. É pensando e cuidando menos nas coisas do materiais, e mais nas coisas espirituais, que se pode atingi-lo. Quanto mais nos afastamos de uma, mais nos aproximamos da outra. A escolha é nossa.

"A nossa percepção espiritual, a nossa visão interior, deve ser aberta, de modo que possamos ver em tudo os sinais e traços do espírito de Deus. Tudo nos pode refletir a luz do Espírito."

- De uma palestra registrada por Miss Ethel J. Rosenberg)

Bahá’u’lláh escreveu:

"Quem busca ao Bem-Amado deve todos os dias ao alvorecer... comungar com Deus e, de toda a sua alma, perseverar nessa busca. Todo pensamento refratário deve ele consumir com a chama de sua amorosa menção..."

- Gleanings from the Writings of Bahá’u’lláh, pág. 265.

Da mesma maneira, ‘Abdu’l-Bahá declara:

"Quando o homem permite que o espírito, através de sua alma, ilumine o seu entendimento, então ele contém toda a criação... Mas, por outro lado, quando o homem, em vez de abrir a mente e o coração para as graças do espírito, volta a alma para o lado material, a parte física de sua natureza, então ele cai do seu alto lugar e torna-se inferior aos habitantes do reino animal."

- Palestras de ‘Abdu’l-Bahá em Paris.

E Bahá’u’lláh escreve também:

"Libertai as vossas almas, ó povo, da prisão do ego, e purificai-as do apego a qualquer coisa senão a Mim. A Minha lembrança livra da corrupção todas as coisas - se pudésseis apenas perceber isso... Entoa, ó meu servo, os versículos de Deus que por ti foram recebidos... a fim de que a doçura de sua melodia acenda tua própria alma e atraia o coração de todos os homens. Se alguém, recluso em seus aposentos recitar os versículos de Deus revelados, os anjos do Onipotente difundirão a fragrância das palavras emanadas de seus lábios..."

- Gleanings from the Writings of Bahá’u’lláh, págs. 294-295