Título 1

Ajuda

Ó Senhor! Somos fracos; fortalece-nos.

Ó Deus! Carecemos de conhecimentos; torna-nos conhecedores.

Ó Senhor! Somos pobres; enriquece-nos.

Ó Deus! Estamos mortos; vivifica-nos.

Ó Deus! Somos a própria humilhação; glorifica-nos em Teu reino.

Se Tu nos ajudares, Ó Senhor, nos tornaremos estrelas cintilantes.

Se não nos ajudares, nos tornaremos inferiores à terra.

Ó Senhor! Fortalece-nos.

Ó Deus! Confere-nos vitória.

Ó Deus! Capacita-nos a sobrepujar o ego e superar o desejo.

Ó Senhor! Livra-nos da escuridão do mundo material.

Ó Senhor! Vivifica-nos através do sopro do Espírito Santo de modo que possamos nos levantar para Te servir, nos empenhemos em Te adorar, e nos esforcemos em Teu reino com a máxima sinceridade.

Ó Senhor! Tu és poderoso! Ó Deus, Tu és clemente! Ó Senhor, Tu és compassivo!

‘Abdu’l-Bahá

Ó tu que estás te volvendo a Deus!

Fecha teus olhos a tudo o mais, e abre-os para o reino do Todo-Glorioso.

A Ele, exclusivamente, pede o que quer que desejes; Dele, exclusivamente, busca o que quer que busques.

Com um olhar realiza Ele cem mil esperanças, num relance cura cem mil doenças incuráveis, com um vislumbre aplica um bálsamo em toda ferida, com um aceno livra os corações dos grilhões do sofrimento.

Assim Ele procede, e que recurso temos nós?

Ele cumpre a Sua Vontade, Ele ordena o que Lhe apraz. Assim, te é melhor curvares a cabeça em submissão, e colocar tua confiança no Senhor Todo-Misericordioso.

‘Abdu’l-Bahá

Senhor! Lastimáveis somos nós: concede-nos Teu favor. Somos pobres: dá-nos uma fração do oceano de Tua riqueza. Satisfaze as nossas necessidades e livra-nos da humilhação, através de Tua glória. Todas as aves, como os animais do campo, recebem de Ti seu sustento diário, e todos os seres são objetos de Teus cuidados e de Tua mercê.

Não prives este frágil ser humano de Tua graça maravilhosa e, através de Teu poder, favorece com Tua generosidade esta alma desfalecida.

Dá-nos o nosso pão de cada dia e concede Teu acréscimo nas coisas necessárias à vida, para que dependamos só de Ti, comunguemos inteiramente Contigo, prossigamos em Teu Caminho e declaremos Teus mistérios. És o Todo-Poderoso, o Deus de Amor; és Quem provê a toda a humanidade.

‘Abdu’l-Bahá

Ó Divina Providência!

Lastimáveis somos nós; concede-nos Teu socorro. Somos errantes sem lar; abriga-nos à sombra de Teu refúgio. Estamos dispersos; une-nos. Tu nos vês perdidos; reúne-nos a Teu rebanho. Eis-nos destituídos; confere-nos um quinhão e porção. Achamo-nos sequiosos; conduze-nos ao manancial da Vida.

Somos fracos; fortalece-nos para que possamos levantar-nos em auxílio à tua Causa e nos imolarmos em sacrifício vivo no caminho da guia.

‘Abdu’l-Bahá

Ó meu Deus! Peço-Te, por Teu nome mais glorioso, que me ajudes naquilo que faça com que os interesses de Teus servos prosperem e Tuas cidades progridam. Tu, verdadeiramente, tens poder sobre todas as coisas!

Bahá'u'lláh

Ó Deus, meu Deus! Tu me vês imerso num oceano de angústias, cingido pelos fogos da opressão, em prantos na escuridão da noite. Insone, agito-me no leito e meus olhos lutam para avistar a luz matinal da fidelidade e fidedignidade. Estou agonizante como um peixe cujas entranhas ardem ao debater-se aterrorizado sobre a areia e, todavia, guardo sempre a esperança de que Tuas dádivas surjam de todos os lados.

Ó Deus, meu Deus! Permite que os crentes de outras plagas obtenham um quinhão de Tua graça abundante; com Teu auxílio e generosidade infalíveis salva aqueles de Teus amados que nas terras mais distantes suspiram devido à amarga crueldade de seus inimigos. Senhor! Eles são os cativos de Teu amor, os prisioneiros de Tuas hostes; são as aves que voam nos céus de Tua guia, as baleias que nadam no oceano de Tuas dádivas, as estrelas cintilantes do horizonte de Teus dons. Eles são os defensores da fortaleza de Tua lei. São os estandartes de Tua lembrança entre os homens. São as fontes profusas de Tua compaixão divina, os mananciais de Teus favores e as nascentes de Tua graça.

Guarda-os sempre em segurança com Teu olhar que a tudo protege. Ajuda-os a exaltar Teu Verbo; torna seus corações constantes em Teu amor; fortalece seus braços para que Te sirvam condignamente; em servitude, reforça-lhes os poderes.

Através deles, difunde por toda parte Teus doces eflúvios; manifesta através deles Tuas Sagradas Escrituras; por intermédio deles torna conhecido o que provém de Tua Voz; torna-os instrumentos do cumprimento de Tuas Palavras; por meio deles, esparge Tua mercê.

És, verdadeiramente, o Grande, o Poderoso. És, verdadeiramente, o Clemente, o Compassivo.

'Abdu'l-Bahá

Ele é Deus!

Ó Senhor, meu Deus!

Ó Tu, que ajudas ao fraco, socorres o pobre e salva o desamparado que para Ti se volta.

Com a maior humildade ergo minhas mãos suplicantes ao Teu reino de beleza e com ardor te invoco, falando do íntimo do meu ser: Ó Deus, meu Deus! Ajuda-me a Te adorar, fortalece meus poderes para Te servir; ampara-me com Tua graça em minha servitude a Ti; que eu permaneça firme em minha obediência a Ti; derrama sobre mim as copiosas graças de Tua benevolência, dirige para mim os olhares de Tua amorosa bondade e imerge-me no oceano de Teu perdão.

Permite que eu seja confirmado em minha fidelidade à Tua fé e concede-me a máxima certeza e segurança para que eu possa desligar-me inteiramente do mundo, voltar minha face com toda devoção em direção à Tua face, ser fortalecido pelo poder irresistível das provas e testemunhos e, investido de majestade e poder, possa ultrapassar todas as regiões do céu e da terra. Verdadeiramente, Tu és o Misericordioso, o Todo Glorioso, o Soberano, o Compassivo.

Ó Senhor! Estes são os sobreviventes dos mártires, aquele grupo de almas abençoadas. Têm suportado todas as tribulações e demonstrado paciência em face da injustiça opressiva. Renunciaram todo conforto e prosperidade, submetendo-se espontaneamente a terríveis sofrimentos e adversidades no caminho de Teu Amor, e estão ainda cativos nas garras de Teus inimigos, que continuamente os atormentaram amargamente e os oprimem porque prosseguem firmemente em Teu reto caminho.

Ninguém há que possa ajudá-los, ninguém para ampará-los.

Além dos ignóbeis e maldosos, não há ninguém para com eles se associar e conviver.

Ó Senhor! Essas almas têm provado amarga agonia nesta vida terrena e, em sinal de seu amor pela beleza radiante de Teu semblante e em sua ansiedade por atingir Teu Reino Celestial, têm tolerado todas as indignidades que o povo da tirania tem infligido sobre elas.

Ó Senhor! Enche seus ouvidos com versos de Ajuda Divina e de uma rápida vitória e liberta-as da opressão daqueles que comandam terrível poder. Detém as mãos do malfeitor e livra estas almas de serem dilaceradas pelas garras e dentes de bestas ferozes, pois em seu amor por Ti ficaram fascinadas e a elas foram confiadas os mistérios de Tua Santidade. Permanecem humildemente à Tua porta, tendo atingido o Teu exaltado Limiar.

Ó Senhor! Generosamente revigora-as com um novo espírito; ilumina seus olhos para que possam contemplar Tuas maravilhosas evidências na escuridão da noite; destina-lhes todo o bem que existe em Teu Reino de eternos mistérios; torna-as como estrelas brilhantes, irradiando sobre todas as regiões; árvores frondosas carregadas de frutos e ramos, movendo-se sob as brisas do alvorecer.

Verdadeiramente, Tu és o Generoso, o Poderoso, o Onipotente, o Irrestrito. Não existe outro Deus senão Tu, o Deus de Amor e amorosa compaixão, o Todo Glorioso, o que Sempre Perdoa.

‘Abdu’l-Bahá

Ó meu Senhor! Tu sabes que o gênero humano está cercado de pesares e calamidades, de aflições e desgostos. Toda provação ataca o homem e toda adversidade temível o assalta, como se fosse a investida de uma serpente. Não há abrigo ou asilo para ele salvo sob as asas de Tua proteção, Teu cuidado e amparo.

Ó Tu, o Misericordioso! Ó meu Senhor! Seja Tua proteção, minha armadura; Tua preservação, meu escudo; minha humildade ante a porta da Tua Unidade, o que me guarda; e Teu cuidado e defesa, minha fortaleza e morada. Preserva-me das sugestões do ego e do desejo, e guarda-me de toda moléstia, provação, dificuldade e sofrimento.

Em verdade, Tu és Quem protege, guarda e preserva; és o Suficiente e, em verdade, o Mais Misericordioso dos Misericordiosos.

‘Abdu’l-Bahá

Eu Te adjuro pelo Teu poder, ó meu Deus! Não deixes nenhum mal me sobrevir em tempos de provações e, em momentos de inadvertência, guia meus passos no caminho certo, através de Tua inspiração. Tu és Deus; potente és para fazer o que desejas. Ninguém Te pode resistir à Vontade ou frustrar o Desígnio.

O Báb

Enaltecido e glorificado és Tu, ó meu Deus! Rogo-Te – pelos suspiros dos que Te amam e pelas lágrimas vertidas por aqueles que aspiram Tua presença – não me negues a ternura da Tua misericórdia em Teu Dia, nem me prives da melodia da Ave que exalta Tua Unidade diante da luz que se irradia de Tua Face. Sou aquele que está em tribulação, ó Deus! Eis-me apoiado em Teu Nome, o Predominante. Sou aquele fadado a perecer; eis-me afirmando-me em Teu Nome, o Imperecível. Imploro-Te, pois, por Ti Próprio, o Excelso, o Altíssimo, que não me abandones a mim mesmo e aos desejos corruptos. Segura Tu minha mão com a mão do Teu poder, livra-me das profundezas de minhas fantasias e idéias vãs, e purifica-me de tudo o que Tu abominas.

Faze-me, pois, volver inteiramente a Ti, em Ti depositar toda a minha confiança, em Ti buscar refúgio e em direção à Tua Face me apressar. Em verdade, és Aquele que realiza tudo o que pretende, através do poder de Sua grandeza e, graças à potência de Sua Vontade, ordena o que Ele próprio elege. Não há quem possa impedir a operação do Teu decreto ou alterar o curso daquilo que Tu determinaste. És, em verdade, o Onipotente, o Todo-Glorioso, a Suprema Bondade.

Bahá'u'lláh

Ó Deus, meu Deus! Estes são Teus servos fracos, Teus leais escravos e Tuas servas que se curvaram diante de Tuas Palavras excelsas e se humilharam em Teu Limiar de luz e deram teste-munho de Tua unicidade, através da qual se fez brilhar o sol em esplendor meridiano. Escutaram o chamado que levantaste de Teu Reino Oculto e, com corações trêmulos de amor e êxtase, responderam à Tua convocação.

Ó Senhor, concede a todos eles os copiosos eflúvios de Tua misericórdia; faze descer sobre todos eles as chuvas de Tua graça. Faze-os crescer como belas plantas no jardim do céu e das nuvens plenas e transbordantes de Tuas dádivas e das fontes profundas de Tua abundante graça, faze com que esse jardim floresça, e conserva-o sempre verdejante e glorioso, sempre fresco, iluminado e belo.

Tu és, verdadeiramente, o Forte, o Excelso, o Poderoso, Aquele único que, nos céus e na terra, permanece inalterável. Nenhum outro Deus há, salvo Tu, o Senhor dos sinais e símbolos manifestos.

‘Abdu’l-Bahá

Ó Tu, Provedor! Sopraste sobre os amigos no Ocidente a doce fragrância do Espírito Santo e, com a luz da guia divina, iluminaste o céu ocidental. Fizeste com que os outrora remotos se aproximassem de Ti Próprio; transformaste estranhos em afetuosos amigos; despertaste aqueles que dormiam; tornaste atentos os negligentes.

Ó Tu, Provedor! Ajuda esses nobres amigos a conquistarem Teu beneplácito. Torna-os igualmente benévolos para com estranhos e amigos. Faze-os entrarem no mundo que perdura para todo o sempre; concede-lhes um quinhão da graça celestial; faze com que sejam verdadeiros bahá’is, sinceramente de Deus; protege-os de aparências exteriores e estabelece-os firmemente na verdade. Torna-os sinais e emblemas do Reino, estrelas luminosas acima dos horizontes desta vida inferior. Que sejam conforto e consolo para a humanidade e promotores da paz do mundo. Extasia-os com o vinho de Teu desígnio e permite que todos eles trilhem o caminho de Teus mandamentos.

Ó Tu, Provedor! O mais acalentado desejo deste servo de Teu Limiar é ver os amigos do Oriente e Ocidente em abraço íntimo; é ver todos os membros da sociedade humana reunidos com amor numa mesma grande congregação, como as gotas d’água reunidas num único e poderoso mar; é contemplar todos como aves num único jardim de rosas – como pérolas do mesmo oceano, folhas de uma única árvore, raios do mesmo sol.

Tu és o Grande, o Poderoso; és o Deus de Fortaleza, o Onipotente, o que tudo vê.

‘Abdu’l-Bahá

Não removas, ó Senhor, a mesa festiva que se estendeu em Teu nome, nem apagues a chama ardente, acesa com Teu fogo inextinguível. Que Tuas Águas Vivas, murmurando com a melodia de Tua glória e Tua lembrança, não deixem de fluir, e Teus servos não sejam privados da fragrância de Teus doces aromas, donde emana o perfume do Teu amor.

Senhor! Transforma a angústia de Teus santos em sossego, suas durezas em conforto; muda-lhes a humilhação em glória, e a tristeza em júbilo e êxtase, ó Tu que seguras nas mãos as rédeas de toda a humanidade!

És, em verdade, o Deus Uno, o Poderoso, o Onipotente, a Suprema Sabedoria!

‘Abdu’l-Bahá

Louvado seja Teu nome, ó Deus.

És, em verdade, nosso Senhor; estás ciente de tudo o que está nos céus e na terra. Faze descer sobre nós, pois, um sinal de Tua misericórdia. Verdadeiramente, Tu és inexcedível entre aqueles que mostram misericórdia.

Todo louvor a Ti, ó Senhor.

Ordena para nós, de Tua presença, o que possa confortar os corações dos sinceros entre Teus servos. Glorificado és Tu, ó Deus; és o Criador dos céus e da terra e daquilo que entre eles há. És o Senhor soberano, o Santíssimo, o Onipotente, a Suma Sabedoria.

Magnificado seja Teu Nome, ó Deus!

Faze descer da Tua presença sobre aqueles que acreditaram em Deus e em Seus sinais, um poderoso auxílio que os capacite a prevalecer sobre a humanidade em geral.

O Báb

Ó Tu, Cuja Face é o objeto de minha adoração, Cuja beleza é meu santuário!

Tua corte é o meu alvo, e Tua lembrança, o que eu desejo.

Teu afeto é o que me consola, Teu amor é a causa do meu ser, e Teu louvor, meu companheiro.

Ó Tu Cuja proximidade é minha esperança e Cuja Presença é o que mais almejo – minha aspiração suprema!

Não me negues, eu Te imploro, as coisas destinadas aos eleitos entre Teus servos, e provê-me do bem deste mundo e do vindouro.

Tu és, em verdade, o Senhor da criação. Não há outro Deus além de Ti, O que sempre perdoa, o Mais Generoso.

Bahá'u'lláh

Ele é Deus, o Soberano Governante, o Sempiterno, Aquele cujo auxílio é implorado por todos os homens.

Alvo de louvor e glória és Tu, ó Senhor! Tanto o mundo existente, como as almas dos homens dão testemunho de que Tu és transcendente acima das revelações da obra de Tuas mãos, e os portadores de Teus nomes e atributos proclamam que és imensuravelmente exaltado acima de qualquer louvor que os habitantes dos domínios da criação e da invenção possam a Ti render. Todas as aparências e realidades indicam a unicidade de Tua Essência, e todas as evidências e todos os Sinais refletem a verdade de que Tu és Deus e não há para Ti nenhum igual ou associado em todos os reinos do céu e da terra.

Imensamente enaltecido e santificado és Tu, ó Senhor! Teu Ser divino atesta que és inescrutável a todos os que habitam em Teu reino da existência, e Tua mais íntima Essência proclama que estás muito acima da descrição dos que revelam Tua glória.

Os Sinais revelados pelas sagradas essências e as palavras expressas pelas realidades excelsas e as alusões manifestadas pelas entidades etéreas - todos proclamam que Tu estás imensuravelmente exaltado acima do alcance das personificações do reino da existência, e todos afirmam com solenidade que estás imensamente enaltecido acima da descrição daqueles envoltos nos véus da fantasia.

Louvor a Ti, ó Senhor! Teu Ser divino é testemunho seguro da unicidade de Tua mais íntima Essência, e Tua divindade suprema dá testemunho da unidade de Teu Ser, e as realidades de todas as coisas criadas atestam que nenhum laço de intercurso Te liga a qualquer coisa no reino da criação que Tu formaste.

Todo homem de percepção que tem escalado as nobres alturas do desprendimento, e todo homem de eloqüência que tem atingido a mais sublime posição, dá testemunho de que Tu és Deus, o Incomparável, que nenhum associado tens designado para Ti próprio no reino da criação, e que ninguém há no reino da invenção que a Ti seja comparável. Homens de sabedoria, que tinham apenas uma noção da Revelação de Tua glória, conceberam uma semelhança de Ti de acordo com seu próprio entendimento, e homens de erudição, que haviam conseguido apenas um vislumbre das múltiplas evidências de Tua benevolência e glória, inventaram para Ti associados, segundo suas próprias imaginações.

Glorificado, imensuravelmente glorificado és Tu, ó Senhor! Todo homem de percepção tem se desviado para longe em sua tentativa de Te reconhecer, e todo homem de consumada erudição está gravemente perplexo em sua busca de Ti. Toda evidência é inadequada em face de Tua Essência incognoscível e toda luz recua e se põe abaixo do horizonte, ao confrontar-se com apenas um tênue reflexo do deslumbrante esplendor de Tua grandeza.

Dota-me, ó meu Senhor, de Tuas generosas graças e benévolas dádivas e concede-me o que for próprio da sublimidade de Tua glória. Ajuda-me, ó meu Senhor, a ganhar uma vitória notável. Abre Tu diante de mim a porta do êxito infalível, e faze aproximarem-se as coisas que prometeste. Tu és, em verdade, potente sobre todas as coisas. Refresca meu coração, ó meu Deus, com as águas viventes de Teu amor e dá-me uma poção, ó meu Mestre, do cálice de Tua terna misericórdia. Possa eu habitar, ó meu Senhor, dentro dos aposentos de Tua glória e permite-me emergir, ó meu Deus, da treva na qual Tua obscuridade divina se amortalha. Possibilita-me participar de todo bem que Tu concedeste Àquele que é o Ponto e aos que são os expoentes de Sua Causa, e ordena para mim o que Te convier e que com Tua posição for real-mente condigno. Por Tua graça, perdoa-me pelas coisas que tenho cometido em Tua santa presença e não me dirijas o olhar da justiça, mas sim, salva-me através de Tua graça, trata-me com Tua misericórdia e de acordo com Teus generosos favores, assim como é digno de Tua glória.

Tu és a Eterna Clemência, o Todo-Glorioso; és Quem concede favores e dádivas, o Senhor de graça abundante. Verdadeiramente, nenhum Deus há, senão Tu. És Quem a tudo possui, o Altíssimo.

Santificado és Tu, ó Senhor, Tu a Quem todos rendem graças. Qualquer coisa que de Ti eu possa afirmar, nada mais seria que um crime abominável diante de Ti, e qualquer menção que de Ti eu possa desejar fazer, seria a essência da transgressão, e não importa qual seja o louvor com que eu Te possa glorificar, não passaria de simples blasfêmia. Ninguém, senão Tu, jamais pôde, nem poderá sondar Teu mistério, e pessoa alguma tem conseguido, nem conseguirá, em qualquer tempo, desvelar Tua Essência.

Magnificado és! Nenhum Deus há, salvo Tu. És, em verdade, o Governante Supremo, o Amparo no Perigo, o Altíssimo, o Incomparável, o Onipotente, o Todo-Poderoso. Verdadeiramente, és grande em Tua proeza, o Senhor de transcendente glória e majestade.

Protege Tu, ó Deus, a quem memorizar esta oração e a recitar durante o dia e à noite. Em verdade, Tu és Deus, o Senhor da criação, o Todo-Suficiente. És fiel à Tua promessa e fazes qualquer coisa que Te apraza. És Aquele que em Suas mãos segura os domínios da terra e do céu. Em verdade és Tu o Todo-Poderoso, o Inatingível, o Amparo no Perigo, o Predominante.

O Báb

Ó meu Senhor, meu Bem-Amado, meu Desejo! Sê um amigo para mim em minha solidão, e acompanha-me no exílio; remove meu pesar, faze-me adorar Tua Beleza, afasta-me de tudo, salvo de Ti, e atrai-me com Tuas fragâncias de santidade; permite-me associar, em Teu Reino, aos que de tudo se desprenderam, menos de Ti, que aspiram a servir em Teu sagrado Limiar e se levantaram para trabalhar em Tua Causa. Torna-me uma de Tuas servas que atingiram a Tua aprovação.

Em verdade, és o Benévolo, o Generoso!

‘Abdu’l-Bahá

Ó Deus, meu Deus! Guarda Teus servos fiéis contra os males do egoísmo e da paixão; protege-os com os olhos vigilantes da Tua benevolência contra todo rancor, ódio e inveja; abriga-os na fortaleza inexpugnável da Tua Causas e, imunes às setas da dúvida, torna-os manifestantes de Teus gloriosos sinais. Ilumina suas faces com os raios refulgentes emanados da Aurora da Tua divina Unidade; alegra seus corações com os versículos revelados de Teu Santo Reino; fortalece-os com Teu poder, que a tudo estremece, vindo da região da Tua glória. És o Todo-Generoso, o Protetor, o Onipotente, o Misericordioso!

‘Abdu’l-Bahá

Ó Deus, meu Deus! Tu me vês, Tu me conheces; és meu Amparo e Refúgio. A ninguém tenho buscado, nem desejo buscar, salvo a Ti; caminho algum tenho trilhado, nem desejo trilhar, a não ser o caminho do Teu amor. Na noite tenebrosa do desespero, meus olhos volvem-se cheios de esperança e expectativa para o amanhecer de Teu infinito favor e, na hora do alvorecer, minha’alma esmorecida é refrescada e fortalecida com a lembrança de Tua beleza e Tua perfeição. Quem for ajudado pela graça da Tua misericórdia, embora seja apenas uma gota, se tornará o ilimitado oceano, e o mais simples átomo que for amparado pela emanação de Tua benevolência, cintilará como estrela radiante.

Abriga sob tua proteção, ó Tu, Espírito de Pureza, Tu que és o Mais Generoso Provedor, este Teu vassalo e servo extasiado. Ajuda-o, neste mundo da existência, a permanecer constante e firme em Teu amor e permite que esta ave de asas partidas atinja um refúgio e abrigo em Teu Ninho Divino, na Árvore Celestial.

‘Abdu’l-Bahá

Ó Deus! As provações mandadas por Ti são um bálsamo para as feridas de todos aqueles que se devotam à Tua Vontade; a lembrança de Ti é um remédio que alivia o coração de quem se aproximou de Tua Corte; Tua proximidade é a verdadeira vida para aqueles que Te amam; Tua presença é o ardente desejo dos que aspiram a contemplar o Teu Semblante; o seu afastamento de Ti é um suplício para todos os que admitiram Tua Unidade, e a separação de Ti é morte para aqueles que reconhecem Tua Verdade!\nImploro-Te – pelos suspiros daqueles cujas almas por Ti anseiam em seu afastamento de Tua Corte, e pelos gemidos dos que Te amam, enquanto lamentam sua separação – imploro-Te que me nutras com o vinho do Teu conhecimento e as águas vivas da Tua aprovação e do Teu amor. Eis Tua serva, ó meu Senhor, esquecida de tudo, menos de Ti, deleitando-se com Teu amor e lastimando o que Te sucedeu nas mãos dos malfeitores dentre Tuas criaturas. Ordena-lhe o que ordenaste para aquelas de Tuas servas que rodeiam o trono da Tua majestade e, ao anoitecer e ao amanhecer, contemplam Tua beleza.\nTu és, em verdade, o Senhor do Dia do juízo.

Bahá'u'lláh

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube