Unidade Racial: um breve relato sobre Louis G. Gregory

Noticias / Unidade Racial: um breve relato sobre Louis G. Gregory

Unidade Racial: um breve relato sobre Louis G. Gregory

Louis G. Gregory foi o primeiro afro-americano a abraçar a Fé Bahá'í nos Estados Unidos. Nascido de pais escravos, na Carolina do Sul, graduou-se em advocacia na Howard University. Tornou-se bahá'í em Washington (D.C.), em 1909, prontamente advogando a igualdade racial e combatendo a segregação de raças.

Em 1912 Gregory manteve contato com 'Abdu'l-Bahá durante Sua visita a Washington. Os relatos de Gregory sobre esses encontros estão no livro "O avanço da unidade racial", onde Gregory compartilha várias histórias sobre o Mestre, que tinha por ele, um carinho e respeito muito especiais. Também compartilha histórias de proeminentes bahá'ís daquela época, além dos argumento e lições de 'Abdu'l-Bahá lhe provê acerca de vários assuntos, em particular, sobre a unidade racial. 'Abdu'l-Bahá também encorajou Gregory a se casar com Louisa Mathew (1866-1956), uma inglesa ariana, consumando desta forma, o primeiro casamento entre negros e brancos da Comunidade Bahá'í Americana, um ato de extrema coragem devido às condições sociais da época.

Gregory viajou intensamente para promover a Fé Bahá'í, particularmente nos estados do Sul dos EUA. Seu papel de liderança na promoção da igualdade racial, advogando pelos bahá'ís, foi decisivo para tornar-lhe um líder, tanto na sociedade civil, como entre os bahá'ís. Durante anos foi o único bahá'í negro fazendo parte da Assembleia Espiritual Nacional dos Bahá'ís dos Estados Unidos da América.

Em abril e maio de 1911, Gregory fez uma peregrinação ao Egito. Haifa e Akká, encontrando-se com 'Abdu'l-Bahá, onde visitou os Sepulcros de Bahá'u'lláh e do Báb. Ele, primeiramente, publicou seu diário de viagem num jornal local bahá'í, depois estes relatos e anotações foram publicados em formato de livro por várias editoras norte-americanas. Shoghi Effendi o nomeou postumamente uma das Mãos da Causa de Deus – uma instituição Internacional Bahá'í com função de proteção e propagação da Fé Bahá'í. Sua esposa, Louisa, foi uma proeminente instrutora bahá'í nos Bálcãs.

 

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui