Preparando para a Ação Social: iniciativa inovadora para geração e difusão de conhecimento

Noticias / Preparando para a Ação Social: iniciativa inovadora para geração e difusão de conhecimento

Preparando para a Ação Social: iniciativa inovadora para geração e difusão de conhecimento

Leia essa e outras notícias no Bahá'í Brasil - edição 39

O  programa Preparação para a Ação Social (PAS) é originário da Colômbia, desenvolvido pela FUNDAEC (Fundación para la Aplicación y Enseñanza de las Ciéncias), é proveniente de adaptações e ampliações de outros programas educacionais já existentes há mais de três décadas (a exemplo do Sistema de Aprendizagem Tutorial). Apesar de não ser parte da educação formal, seu currículo atual equivale aos últimos anos do ensino fundamental e ensino médio. Além da Colômbia e algumas iniciativas incipientes e pontuais na América Latina, tal programa está atualmente sendo implementado com mais força por diversas organizações de inspiração bahá’í, especialmente da África, Ásia e Oceania.

Em 2006, como uma sugestão do Escritório Bahá’í de Desenvolvimento Socioeconomico do Centro Mundial (OSED), a FUNDAEC começou a apoiar um certo número de organizações de inspiração bahá’í ao redor do mundo. Muito se aprendeu no transcurso desses anos, especialmente sobre a efetividade do programa e a evolução das estruturas administrativas em vários níveis para apoiar o seu estabelecimento nos agrupamentos. Em 2012, considerando o crescimento das demandas mundiais pelo programa e sua crescente integração com os processos educacionais associados ao Instituto, foi decidido que OSED iria gradualmente assumir completa responsabilidade pelo apoio na sua expansão e consolidação através do mundo. Por orientação da própria Casa Universal de Justiça, OSED se dirigiu a duas áreas de aprendizagem: fortalecer a capacidade das organizações em implementar o programa e facilitar a expansão do programa em novos países. 

Com relação a essa segunda área de aprendizagem, passos foram tomados no sentido de criar oportunidades para que um maior número de indivíduos – especialmente jovens que estão a frente do trabalho de expansão e consolidação – possam estudar alguns dos textos do programa PAS durante seminários intensivos que são levados a cabo durante dois anos ou mais. Espera-se que através de tais estudos os indivíduos fiquem familiarizados com os conteúdos e a visão do programa, fortaleçam suas capacidades intelectuais e estabaleçam as bases para uma eventual implementação futura do programa. Assim, a partir de 2013, no Brasil e em outros países selecionados, iniciaram-se os esforços através do que chamamos Seminários PAS. Apesar de a experiência ainda ser muito incipiente, há indicações claras de que tais oportunidades de estudo estão demonstrando-se valiosas para os participantes, ajudando-os a fortalecer suas capacidades de serviço. Apenas 11 países receberam o privilégio de iniciar os Seminários PAS e o Brasil foi um deles. Os seminários não são grupos PAS e nem tem o objetivo de estabelecer o PAS, mas podem levar à implementação do programa.

No Brasil temos dois seminários em andamento (Brasília e Canoas), envolvendo em média 50 participantes, que serão concluídos no primeiro semestre de 2015. Com a ajuda dos atuais participantes, novos seminários provavelmente emergirão ainda em 2015 para atender a mais pessoas no Brasil. Essa nova estratégia de expansão obviamente vai requerer mais consultas entre as instituições regionais e de agrupamentos. Sem dúvida, os textos do programa PAS ajudam a refinar a capacidade daqueles que estão servindo, especialmente dos membros das instituições, oferecendo uma conexão operacional entre a ciência e a religião, permitindo que nasçam processos de desenvolvimento social e econômico nas bases a partir das dimensões espirituais e materiais da existência humana.

Leia essa e outras notícias no Bahá'í Brasil - edição 39

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui