Notícias

Notícias /

"Aquele Espírito Imortal, fadado a vitalizar o mundo, que nascera em Shiráz, cuja luz se reacendera em Teerã e se transformara em chama em Bagdá e Adrianópolis, que fora levado ao Ocidente e já iluminava as orlas de cinco continentes – alcançara agora o momento propício para encarnar-se em instituições destinadas a canalizar suas energias transbordantes e a estimular seu crescimento."

– Shoghi Effendi

 

Bahá’u’lláh descreve o conhecimento como “um verdadeiro tesouro para o homem”, o único ser, em toda criação, a quem foi conferida a distinção e a capacidade incomparáveis de conhecer e amar a Deus.

 

O estudo das escrituras sagradas e da história dos Manifestantes Divinos é uma forma de utilizar tão preciosa dádiva. Por isso, comunidades bahá’ís têm promovido encontros para aprofundar seus conhecimentos, em preparação para a comemoração dos Bicentenários d'O Báb e de Bahá'u'lláh. 

A crença na nobreza da alma humana e a expressão dessa verdade, por meio de atos, norteia os trabalhos da Comunidade Bahá’í, em especial quando estes são realizados com pré-jovens e crianças. 

 

Iranduba, Amazonas

 

A organização tem sido uma qualidade buscada pela Comunidade Bahá’í desde os primeiros dias da Fé e não é diferente agora, na preparação para a comemoração do Bicentenário do Nascimento de Bahá’u’lláh.

 

"Aquele Espírito Imortal, fadado a vitalizar o mundo, que nascera em Shiráz, cuja luz se reacendera em Teerã e se transformara em chama em Bagdá e Adrianópolis, que fora levado ao Ocidente e já iluminava as orlas de cinco continentes – alcançara agora o momento propício para encarnar-se em instituições destinadas a canalizar suas energias transbordantes e a estimular seu crescimento."

– Shoghi Effendi

 

Bahá’u’lláh descreve o conhecimento como “um verdadeiro tesouro para o homem”, o único ser, em toda criação, a quem foi conferida a distinção e a capacidade incomparáveis de conhecer e amar a Deus.

 

O estudo das escrituras sagradas e da história dos Manifestantes Divinos é uma forma de utilizar tão preciosa dádiva. Por isso, comunidades bahá’ís têm promovido encontros para aprofundar seus conhecimentos, em preparação para a comemoração dos Bicentenários d'O Báb e de Bahá'u'lláh. 

A crença na nobreza da alma humana e a expressão dessa verdade, por meio de atos, norteia os trabalhos da Comunidade Bahá’í, em especial quando estes são realizados com pré-jovens e crianças. 

 

Iranduba, Amazonas

 

A organização tem sido uma qualidade buscada pela Comunidade Bahá’í desde os primeiros dias da Fé e não é diferente agora, na preparação para a comemoração do Bicentenário do Nascimento de Bahá’u’lláh.

 

Subscribe to Últimas Notícias