Rei dos Festivais

Noticias / Rei dos Festivais

Rei dos Festivais

“Ó vós, bem-amados, e vós, servas do Misericordioso! Este é o dia em que o Sol da Verdade ergueu-Se acima do horizonte da vida, e Sua glória difundiu-se, e Seu brilho irradiou-se com tal poder que atravessou a aglomeração de espessas nuvens e galgou os céus do mundo em todo Seu esplendor. Por isso testemunhais novo impulso em todas as coisas criadas.” ´Abdu´l-Bahá

Ao pôr do sol do dia de hoje iniciamos as celebrações do Festival dos Festivais, um período de renovação. Do pensar diferente, do sentir (e sentir-se) diferente, do fazer diferente. A possibilidade de, olhando para si mesmo e para a própria vida (inserida no corpo de uma sociedade maior), tornar-se mais conhecedor de sua autonomia e de suas potencialidades e – o que é ainda melhor – reconhecê-las vivas no campo do serviço à humanidade. Afinal de contas, a generosidade, a justiça, a bondade e o amor só, de fato, existem se conseguimos expressá-los através de nossas ações.

Hoje os bahá´ís celebram a ocasião em que Bahá´u´lláh anunciou ser O Prometido de todas as dispensações do passado. Essa declaração aconteceu no Jardim do Ridván, em Bagdá, no ano de 1863. Nessa ocasião, Bahá'u'lláh permaneceu por doze dias no Jardim em companhia de familiares e seguidores, antes de partir para o exílio em Constantinopla, seguido de Adrianópolis e finalmente para a 'Maior Prisão', na cidade de Akká, na antiga Palestina.

Durante o período de doze dias três são observados como Dias Sagrados: o primeiro, o novo e o décimo segundo. Cada uma dessas datas foi dotada de importante significado espiritual. Elas marcam respectivamente a data da proclamação de Bahá'u'lláh com O Manifestante de Deus para esta Era; a chegada da Sagrada Família (esposa e os três filhos de Bahá'u'lláh) ao Jardim de Ridván; e a partida de Bahá'u'lláh e da Família para o exílio em Constantinopla.

Esse também foi o período designado por Shoghi Effendi para a realização das eleições das Instituições Bahá´is. No primeiro dia do Ridván são eleitas as Assembleias Espirituais Locais e também nesse período são eleitas as Assembleias Espirituais Nacionais.

Que aproveitemos essa data festiva para celebrar a conclusão êxitosa do Plano de Cinco Anos (2011-2016) e o início de um novo Plano (2016-2021) que deverá culminar com a entrada no Segundo Século da Idade Formativa!

Que desejemos transformar a realidade e, transformar a nós mesmos!

Que reiniciemos nossa trilha ao longo no caminho de serviço!

Que nos apoiemos e aprendamos uns com os outros!

Que nossa alegria transborde o coração e abrace o mundo.

Que dotemos nossa vida de propósito, pois já é o Dia de Deus!

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui