Férias no caminho do serviço

Noticias / Férias no caminho do serviço

Férias no caminho do serviço

Durante o período de férias, jovens de diversas partes do Brasil se dedicaram a atividades de desenvolvimento comunitário em agrupamentos no Centro-Oeste, Norte e Nordeste. As equipes foram formadas por voluntários que, orientados pelas metas do Plano de Cinco Anos, trabalharam ombro a ombro para iniciar ou fortalecer grupos de jovens e pré-jovens, círculos de estudo e reuniões devocionais nas regiões visitadas.

No Mato Grosso do Sul, a comunidade bahá’í realiza círculos de estudo com pessoas com deficiência

No município de São Gabriel do Oeste (MS), a comunidade bahá'í iniciou círculos de estudos e reuniões devocionais. Depois do estudo, as atividades tiveram sequência no bairro Gramado, onde alguns dos participantes eram portadoras de  algum grau de deficiência intelectual. “Esses jovens têm um desejo enorme de contribuir para a melhora de sua comunidade. Vimos um grande esforço para superar seus desafios com escrita e leitura, além de uma sede por conhecimento”, afirma Aniz Martins, que participou do círculo de estudos. A equipe visitante compartilhou algumas dificuldades de aprendizado, mas relatou que todos se vêem como agentes de mudança de sua comunidade, que avança com o apoio mútuo. “É impressionante como esses jovens conseguem expressar seu amor pelo próximo. Simplesmente cativantes!”, relata Sara Spinassé, que também esteve presente no encontro.

Jovens da Bahia ajudam agrupamentos próximos a chegarem ao primeiro marco

Com o objetivo de preparar os jovens para servir em agrupamentos próximos,  foi realizado nos dias 10 e 11 de janeiro o Encontro de Juventude da Bahia. De acordo com a equipe organizadora, muitos não haviam participado das Conferências de Juventude e, dessa vez, tiveram a oportunidade de conhecer o material e se envolver no processo de construção de comunidades. Cerca de 30 jovens participaram da atividade.

Jerome Muller, jovem que ajudou a coordenar dois grupos que atuaram durante parte das férias, fala sobre as principais metas serem alcançadas. “O objetivo é conseguir apoio da população local e aproveitar para promover um encontro de juventude indígena, onde eles próprios estarão à frente de toda mobilização e organização. Um encontro que permitirá maior número de jovens indígenas a estudar tal material durante dois ou três dias, e juntos planejarem ações em prol de sua aldeia”.

Pioneiros de Campina Grande ajudam na realização de atividades regulares

A cidade de Campina Grande (PB) tem uma história de resiliência. Durante vários anos as famílias bahá’ís que passavam por ali tinham dificuldades em desenvolver as atividades em seu agrupamento. Felizmente nos últimos três anos a situação tem mudado e os esforços têm obtido resultados. Reuniões devocionais, aulas para crianças e grupos de pré-jovens passaram a ter regularidade semanal na região.

Na cidade de Campo Novo dos Parecis, a ação aconteceu em uma escola

Uma escola da cidade de Campo Novo dos Parecis (MT) foi visitada e 63 alunos se inscreveram para as atividades bahá’ís. Além disso, vários alunos receberam visita dos bahá’ís em suas residências durante o período de férias. Apesar de encontrar algumas dificuldades, a equipe que visitou a cidade está empenhada em realizar atividades na região.

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui