Comissão de combate à Intolerância Religiosa organiza sessões de aconselhamento aos policiais civis do Rio de Janeiro

Noticias / Comissão de combate à Intolerância Religiosa organiza sessões de aconselhamento aos policiais civis do Rio de Janeiro

Comissão de combate à Intolerância Religiosa organiza sessões de aconselhamento aos policiais civis do Rio de Janeiro

Representantes de diversas religiões se revezarão em sessões de aconselhamento espiritual aos policiais civis na Cidade do Rio de Janeiro. Os encontros acontecerão uma vez ao mês e, além do apoio aos agentes de polícia, seus familiares também receberão aconselhamento em caso de acidente ou morte. O projeto é promovido pela Comissão de Combate à Intolerância Religiosa (CCIR) e terá início ainda esse mês.

O  babalaô Ivanir dos Santos, interlocutor da CCIR, fala sobre a importância desse tipo de ação. “Os policiais também são cidadãos, possuem conflitos, e muitas vezes precisam de ajuda para encontrar a solução. Eles são seres humanos”. A CCIR foi fundada em 2008 na cidade do Rio de Janeiro e congrega pessoas de várias orientações religiosas. É formada também por instituições ligadas à temática racial e de direitos humanos, representantes da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro e da Defensoria Pública.

Inae Estrela é a representante bahá’í na CCIR e, juntamente com outros representantes religiosos, ela participará das sessões de aconselhamento. “O projeto oferece aos policiais um espaço para voltarem seus pensamentos para a dimensão espiritual do ser humano. É uma oportunidade única de ajudá-los a refletir sobre si mesmos, sobre dureza da realidade com a qual precisam lidar diariamente e também sobre as diferentes pessoas com as quais eles tratam nas comunidades a que servem, que seguem diferentes crenças e religiões”, explica Inae.

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui