Educação para a Paz

Noticias / Educação para a Paz

Educação para a Paz

Faz menos que um século que a educação para a paz, como um campo definido da atividade educacional, passou a receber atenção específica por parte de indivíduos e instituições preocupados com a questão mundial.

Foi em conseqüência direta da experiência desastrosa de duas guerras mundiais que começou a nascer um conceito mais claro de uma educação voltado para a manutenção e conquista de ideais e ações pacifistas.  A paz pode e deve ser estudada sob diversos ângulos.  Um deles, o educacional, visando especialmente criar no ser humano, desde a infância, uma conscientização clara, científica, social, moral e religiosa, da inutilidade da guerra para a solução de problemas entre as nações, de todo o mal que causa e que, no dias atuais, existem muitas outras formas de harmonizar os interesses coletivos, pacificamente, sem necessidade de recorrerem à agressão e a matança.

Estudos como os conceitos de cidadania mundial, interdependência econômica e social entre as nações, cooperação e progresso, cultura universal, desenvolvimento e autonomia, comunicações e convivência planetária, abrem à mente humana novas perspectivas de entendimento mútuo entre os seres humanos.  E organizações como as Nações Unidas e seus organismos internacionais  as milhares de organizações como não-governamentais existentes no mundo, cobrindo interesses coletivos de praticamente todas as áreas da atividade humana, unindo pensamentos e corações, idéias e pessoas, a nível supranacional como característica comum de todas elas, colocando a pessoa acima do estado — formam elas como que um exército da paz, atuante, firme, crescente em unidade mundial.

Nossos currículos educacionais tradicionais não incluem os temas acima, hoje uma realidade mundial.  Portanto, há que se alterar o conteúdo educacional regular de nossas escolas.  De todas, desde as voltadas à educação infantil até as mais sofisticadas faculdades que ministram cursos superiores.  E a educação verdadeira, por ela clamam todos os jovens e é a anseio maior de todos os pais, deve ser integral cada vez mais, incluindo não só o aspecto intelectual do aprendizado.  Deve também educar no sentido lato do termo.  Educação que crie um ser humano perfeito, física, intelectual, moral, profissional e espiritualmente.  Um ser humano que esteja consciente de seu verdadeiro papel na vida, um ser espiritual.  Um integrante de uma grande família que é a humanidade e cujo lar comum é a Terra.  A educação deve prover o conhecimento para melhores condições de vida.  Hoje a vida humana abarca necessidades supra-nacionais, em múltiplos aspectos.  As carências e os anseios do ser humano não mais se restringimos aspectos materiais e imediatistas da vida.  As comunicações e os meios de transporte transformaram o mundo, diminuindo as distâncias, não só geográficas como as do relacionamento humano.

A educação está sendo forçada a cobrir áreas anteriormente apenas utópicas para a vida do dia a dia.  A paz mundial e todas as suas implicações são hoje o maior anseio e preocupação de humanidade.

A Fé Bahá’í, a mais recente revelação divina surgida na humanidade, traz conhecimentos que estão enriquecendo programas educacionais em várias partes do mundo. Algo realmente novo, bem ao diapasão da era em que vivemos, que exige soluções realistas e práticas para os problemas humanos, não mais só individuais, nem nacionais, mas para o mundo inteiro e para a humanidade como um todo.

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui