Aiatolá Tehrani publica carta de Leonardo Boff em sua página pessoal

Noticias / Aiatolá Tehrani publica carta de Leonardo Boff em sua página pessoal

Aiatolá Tehrani publica carta de Leonardo Boff em sua página pessoal

No dia 23 de abril, o renomado aiatolá Abdol-Hamid Masoumi-Tehrani, que recentemente presenteou a Casa Universal de Justiça, órgão máximo da Fé Bahá’í no mundo, com uma obra de arte de iluminura (leia mais), publicou em seu perfil pessoal do Facebook a carta de apoio que lhe foi enviada por Leonardo Boff.

O texto, que foi enviado em sua tradução em inglês e persa a Tehrani apoia o esforço do aiatolá em promover o diálogo inter-religioso. Além disso, Boff diz “que ele [Tehrani] possa ser compreendido, respeitado e apoiado, pois está a serviço da paz entre as religiões, base para a paz entre os povos”. Boff complementa:“apoio e admiro as peças de caligrafia que produziu especialmente em defesa da religião Bahá'í”.

Leonardo Boff é teólogo brasileiro, escritor e professor universitário, além de um expoente da Teologia da Libertação no Brasil. Foi membro da Ordem dos Frades Menores (franciscanos) e ficou conhecido por sua história de luta em defesa de causas sociais e ambientais.

Clique aqui para ver a publicação no perfil de Tehrani no Facebook

 

Carta em apoio ao Ayatollah Abdol-Hamid Masoumi- Tehrani

Vivemos uma fase nova da história humana e da história religiosa: todos estamos nos encontrando na mesma Casa Comum que é o planeta Terra. Encontramos as várias tradições religiosas e espirituais. Todas elas são expressão da fome de Deus e também expressões de Deus que busca o ser humano lá onde se encontra. Muitos são os caminhos e todos terminam no seio amoroso do Deus Altíssimo.

Por isso quero apoiar o esforço de diálogo aberto com todas as religiões e o respeito a cada uma delas que o Ayatollah Abdol-Hamid Tehrani está promovendo. Apoio e admiro as peças de caligrafia que produziu especialmente em defesa da religião Bahá'í.

Como não recordar, neste contexto, a extraordinária experiência de convivência pacífica e de profundo diálogo que os seguidores de Allah viveram durante 7 séculos na Espanha com Averroes, Avicena e outros grandes poetas com os cristãos, e contemporâneos como o franciscano Raimundo Lullo. Este criou um centro de diálogo e troca entre muçulmanos, judeus e cristãos na convicção de que ninguém deles, embora com compreensões diferentes, estava fora da verdade. Não só respeitavam os caminhos diferentes, mas admiravam o que cada um podia apresentar para um conhecimento maior do Altíssimo. Que isso nos sirva de inspiração para entender o trabalho tão admirável do Aytatollah Tehrani.

Que ele possa ser compreendido, respeitado e apoiado, pois está a serviço da paz entre as religiões, base para a paz entre os povos.

Que o Altíssimo ilumine a todos para que Tehrani possa continuar com seu exemplar esforço de diálogo, de respeito e de aprendizado mútuo entre todos os caminhos espirituais. Allah está em todos, iluminando e animando tudo o que nasce de um coração sincero e uma vontade aberta ao amor incondicional a todos os seres humanos e a todos os povos.

Leonardo Boff

Teólogo da Libertação brasileiro, membro do Comitê Internacional da Carta da Terra e escritor

Petrópolis, 14 de abril de 2014.

 

RSS

Para subscrever a nossa feed RSS de notícias clique aqui