A Oração na Fé Bahá'í

A Oração na Fé Bahá'í

A oração nas grandes tradições religiosas

Descubra o que dizem as demais religiões sobre a importância e o poder da oração navegando pelos links abaixo.

Islã

Cristianismo

Judaísmo

Religiões Afro-Brasileiras

Religiões Indígenas Brasileiras

Outras tradições religiosas

Ó Filho da Luz! 

Esquece-te de tudo, menos de Mim, e comunga com Meu Espírito. Eis a essência de Meu mandamento; volve-te, pois, a isso.

- Bahá’u’lláh


Ó Filho do Espírito!

Não me peças o que Nós não te desejamos; que estejas contente, então, com aquilo que ordenamos por amor a ti, pois é o que te dará proveito se com isto te contentares.

- Bahá’u’lláh 

Ó Forma Movediça de Pó!

Eu desejo comunhão contigo, mas tu não quiseste pôr confiança em Mim. A espada de tua rebelião abateu a árvore de tua esperança. Em todos os tempos, estou perto de ti, mas tu estás sempre longe de Mim. Glória imperecível, Eu te destinei, mas tu escolheste infindável desonra. Enquanto ainda houver tempo, volta e não percas tua oportunidade.

- Bahá’u’lláh

- Bahá’u’lláh

Tanto o fogo como o paraíso se curvam e prostram diante de Deus. O que é digno de Sua Essência é adorá-Lo por amor a Ele, sem medo do fogo, nem esperança do Paraíso.

Quando é oferecida a adoração verdadeira, quem adora é salvo do fogo e entra no paraíso do beneplácito de Deus, mas não deve ser este, entretanto, o motivo de seu ato. O favor e a graça de Deus, porém, manam sempre de acordo com as exigências de Sua inescrutável sabedoria. 

A oração mais aceitável é aquela oferecida com a máxima espiritualidade e ardor; prolongá-la não tem sido, nem és estimado por Deus. Quanto mais desprendida e pura a oração, mais aceitável é na presença de Deus.

- O Báb

1. "O estado de oração é a melhor das condições, pois nele o homem comunga com Deus.
A oração, em verdade, confere vida, especialmente se oferecida a sós e em momentos - como à meia-noite - quando se está livre das preocupações mundanas."
(Seleção dos Escritos de 'Abdu'l-Bahá, pg. 183)
2."O encanto mortal há de desvanecer-se; as rosas hão de dar lugar a espinhos, e a beleza e a mocidade viverão seus dias e não mais serão. O que perdura eternamente, porém, é a Beleza do Verdadeiro, porquanto seu esplendor não perece e a sua glória subsiste para sempre; seu encanto é onipotente e seu fascínio infinito.
Bem-aventurado, pois, o semblante que reflete o esplendor da Luz do Bem-Amado!"
(Seleção dos Escritos de 'Abdu'l-Bahá, pg.185)
3. "Nutro a esperança de que, neste mundo inferior, alcances a luz celestial e libertes as almas da escuridão da natureza - ou seja, do reino animal - fazendo com que atinjam posições sublimes no reino humano. Atualmente todas as pessoas estão imersas no mundo natural, razão pela qual vês claramente inveja, cupidez, a luta pela sobrevivência, impostura, hipocrisia, tirania, opressão, contendas, combates, derramamento de sangue, saque e pilhagem, todos os quais emanam do mundo da natureza.
Poucos são os que têm se libertado dessa obscuridade, ascendido do mundo da natureza ao mundo humano, seguido os Ensinamentos Divinos, servido à humanidade, e que são resplendentes, misericordiosos, iluminados, e como roseirais. Esforça-te o mais que puderes para tornar-te divino, ornado com Seus atributos, iluminado e misericordioso, para que sejas libertado de todo laço terreno e fiques enamorado do Reino do Senhor incomparável. Isso é graça bahá'í, é luz celestial."
(Seleção dos Escritos de 'Abdu'l-Bahá, pg. 187)
4. "Com relação à asserção constante das PALAVRAS OCULTAS de que o homem deve renunciar a si mesmo, o significado disso é que ele tem de renunciar a seus desejos desmedidos, a seus fins egoístas e às inclinações de seu ego humano, e deve buscar os santos sopros do espírito, atender aos anelos de seu eu superior e imergir-se no mar do sacrifício, com o coração integralmente atraído à beleza do Todo-Glorioso."
(Seleção dos Escritos de 'Abdu'l-Bahá, pgs. 187/188)
5. "A oração é a água da vida; anima a existência e traz à alma boas novas e júbilo. Tu deves atender a isto o mais que puderes, e convidar os outros à oração e à súplica.
O que é oração, atitude ou palavra?
É tanto atitude como palavra; depende do estado da alma. Assemelha-se a uma canção. Algumas vezes é a melodia que nos comove; outras vezes, é a palavra.
A súplica é tão eficaz que nos inspira durante todo o dia com ideais elevados, e torna serenos e santos os nossos corações. Devemos ser sensitivos à música da prece; o coração dever sentir seu efeito, e não ser como um orgão, do qual possam surgir as mais suaves melodias sem que nele mesmo seja produzida a consciência da sensação..."
(Livro de Orações e Meditações Bahá'ís)
6. "Ó Tu amigo espiritual! Perguntaste se havia alguma sabedoria em orar. sabe tu que a prece é indispensável e obrigatória, e que o homem sob pretexto algum está isento de orar, a não ser que esteja demente ou impedido por um obstáculo intransponível.
A sabedoria em orar está nisto: que une o servo ao Ente Verdadeiro, porque neste estado o homem se volve, de coração e alma, para Sua Santidade, o Todo-Poderoso, procurando sua associação e desejando Seu amor e Sua compaixão.
Quem ama, encontra sua maior felicidade em conversar com o objeto de seu amor; e a maior das graças para quem busca é conhecer o alvo de suas aspirações; eis porque cada alma é atraída ao Reino de Deus e espera, de todo coração, ter oportunidade de implorar de suplicar diante de seu Bem Amado, pedindo Sua misericórdia e Seu favor, e a graça de se imergir no oceano das Suas palavras, da Sua mercê e generosidade.
Além de tudo isso, a oração e o jejum despertam a alma e tornam-na vigilante, contribuindo para sua preservação e sua proteção contra provações."
(A Revelação Bahá'í, pgs. 268,269)

Orações (Busca) | O que é oração?

Por que devemos orar? |  Qual deve ser nossa atitude ao orar?