Algumas Leis - Jejum

Algumas Leis - Jejum

Clique nos links abaixo para conhecer outras leis bahá'ís

Oração
Casamento
Educação dos Filhos
Não-envolvimento em Política Partidária
Jejum
Álcool e Outras Drogas
Funeral

Os bahá'ís são orientados a jejuar uma vez por ano, durante o mês bahá'í que antecede o Ano Novo (Náw-Rúz). Durante esses 19 dias, os seguidores de Bahá'u'lláh abstém-se de comida e bebida desde o nascer até o por-do-sol. Como as datas do calendário bahá'í são definidas a partir do equinócio vernal (que pode ocorrer entre os dias 19 e 21 de março), o início do jejum pode variar entre os dias 1 e 3 de março a cada ano.  

A Fé Bahá'í impõe alguma restrição alimentar?

Clique aqui para saber mais sobre este tema.

Para obter respostas para outras perguntas frequentes, clique aqui.

Bahá'u'lláh dá extraordinária importância ao período do jejum e às virtudes com que o jejum foi dotado por Deus desde tempos imemoriais. Em uma de Suas Epístolas, Ele declara que "o jejum... prescrito a todos" é um período especial, durante o qual os servos de Deus se seguram à corda de Seus mandamentos e apoderam-se do punho de Seus preceitos. 

O Kitáb-i-Aqdas apresenta, contudo, algumas situações em que é concedida isenção de jejuar, incluindo:

Quer saber mais?

Para aprofundar-se mais sobre o tema, acesse o livro eletrônico O Jejum Bahá'í - programa devocional para o aprofundamento e meditação.

Se preferir, acesse a versão HTML do livro.

* Viajantes em situações específicas

* Pessoas enfermas

* Mulheres grávidas, em período de amamentação ou durante a menstruação

* Pessoas que realizam trabalhos pesados

* Indivíduos com idade superior a 70 anos 

Orações para o Jejum

Para ter acesso a uma seleção de orações para o período do Jejum, clique aqui!

Tão grandioso é o jejum, afirma Bahá'u'lláh, que Deus o dotou "de uma virtude especial cada hora destes dias". Dirigindo-se a Deus, em uma de Suas orações, Ele escreve:

"Estes são os dias em que ordenaste a todos os homens observarem o jejum, para que, deste modo, purificassem suas almas e se livrassem de tudo, menos de Ti... Permite, ó meu Senhor, que este jejum se torne um rio de águas vivificadoras e dele provenha a virtude da qual Tu o dotaste. E, por seu meio, purifica os corações de Teus servos, os quais os males do mundo não puderam impedir de se volverem para Teu Nome Todo-Glorioso.