UM TRIBUTO À MEMÓRIA DE
AMATU'L-BAHÁ
RÚHÍYYIH KHANUM


A repercussão do seu passamento


                                      NO BRASIL
Deputado Federal Eduardo Jorge faz pronunciamento em memória de Rúhíyyih Khanum na Câmara Federal em 27 de janeiro de 2000

Compartilhamos íntegra do discurso proferido pelo Deputado Eduardo Jorge na Câmara Federal no último dia 27 de janeiro, reverenciando a memória, a vida e a obra da bem-amada Mão da Causa de Deus Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum.

-------------------------------

CÂMARA DOS DEPUTADOS
DETAQ Número Sessão: 020.2.51.E
Tipo : ORD - CD Data: 27/01/00

        O SR. EDUARDO JORGE (PT-SP. Pronuncia o seguinte discurso.) - Sr. Presidente, Sras. e Srs. Deputados, quero registrar no Congresso brasileiro, o falecimento da Senhora Ruhiyyih Rabani, uma autoridade religiosa da Fé Bahá'i, religião universal que vem recebendo crescente aceitação e reconhecimento mundial e que se destaca por suas concepções ecumênicas e universalistas.
        A Sra. Ruhiyyih Rabani, 90, dignatária internacional da Fé Bahá'í, foi sepultada neste domingo, 23 de janeiro do ano 2000, em Haifa, Israel, num jardim em frente a casa onde ela viveu desde 1937. Ela faleceu no dia 19 de janeiro, após longa enfermidade.

        Cerca de 1.000 pessoas estavam presentes no funeral, incluindo o Sr. Chris Greenshieldes, Ministro Conselheiro da Embaixada dos Estados Unidos; o Sr. ArielKenet do Ministério de Relações Exteriores de Israel; o Dr. Roman Bronfman, Membro do Parlamento Israelense, o Sr. Amram Mitzna, Prefeito de Haifa; o Sr. Shmaryahutahu Biran, Prefeito de 'Akká, o Dr. Nissim Dana, do Ministério de Assuntos Religiosos de Israel, representando o Governo Central. Presentes também muitos dos integrantes dos órgãos administrativos bahá'ís na Terra Santa, incluindo os membros da Casa Universal de Justiça, Conselheiros Continentais. A Comunidade bahá'í mundial fez-se igualmente presente através de membros de cerca de 80 conselhos governantes nacionais bahá'ís vindos de várias partes do mundo, áreas longínquas como a Mongólia e Samoa. A cerimônia foi simples, constituído de leituras das Escrituras Sagradas da Fé Baha'í.

        A Sra. Rabbani, nascida Mary Sutherland Maxwell, era a filha única de William Sutherland Maxwell, um eminente arquiteto de Montreal, e de sua esposa, May Bolles. Em 1937 casou-se com o falecido Guardião, líder mundial da Fé Bahá'í, Shoghi Effendi Rabbani, que era bisneto de Bahá'u'lláh, o Fundador da Fé.

        Em 1951, Shoghi Effendi designou-a para o Conselho Internacional Bahá'í, um corpo de nove membros que preparou o caminho para a eleição da Casa Universal de Justiça, a instituição suprema da Fé que foi eleita pela primeira vez em 1963. Em 1952, a Sra. Rabbani foi elevada à função de Mão da Causa, a mais alta distinção concedida a uma pessoa em seus serviços à Fé Bahá'í. Ela teve um papel crucial no período de transição da direção da Fé, desde o falecimento de Shoghi Effendi, em l957, até a eleição da Casa Universal de Justiça em l 963. O ministério do Guardião foi de 1921 a 1957.

        A Sra. Rabbani esteve intimamente envolvida no desenvolvimento do centro mundial da Fé e na expansão global da comunidade bahá-í, de 40 países na época, até cerca de 235 países e territórios nos dias atuais. Durante os últimos 35 anos de sua vida viajou por cerca de 185 países e territórios dependentes, promovendo a integração de vários milhões de bahá'is em todo o mundo em uma comunidade global unificada.

No curso de suas viagens foi recebida por muitos Chefes de Estado e de

Governo, e outras diversas figuras proeminentes, como, por exemplo, o Imperador Hailê Salassié, da Etiópia, Malietoa Tanumafilli II, de Samoa Ocidental; Presidente Houphouet Boigny da Costa do Ma m; Presidente Carlos Menem, da Argentina, Primeira Ministra Indra Gandhi, da Índia; Primeiro Ministro Edward Seaga, da Jamaica; e Secretário Geral das Nações Unidas, Javier Peres de Cuellar, a quem, em 1985, presenteou o documento "A Promessa da Paz Mundial" em nome da Casa Universal de Justiça.

        Em 1975 a Sra. Rabbani organizou e realizou a audaciosa Expedição Lus Verde por toda a região amazônica, ocasião em que ao longo de mos meses pode visitar inúmeras tribos indígenas no Brasil, Peru, Suriname Bolívia e Colômbia. Em 1985 a Sra. Rabbani esteve no Brasil para a celebração do 100 aniversário daquela famosa Expedição recebendo homenagens no Teatro Amazonas e de diversos governos da região. A Sra. Ruhiyyih Rabbani retornou ao Brasil em 1996 quando a comemoração do 75º. aniversário do estabelecimento da Fé Bahá'í no Brasil, sendo homenageada com uma concorrida Sessão Solene na Câmara dos Deputados em Brasília foi recebida pelo Presidente Fernando Henrique Cardoso, recebeu o "Prêmio Cidadania Mundial", foi homenageada no Parlatino em São Paulo durante o "I Encontro para a Cidadania Mundial", além de participar em conferencias que reuniram centenas de pessoas em Salvador Manaus e Foz do lguaçu.

        Pessoa de prodigiosos interesses e capacidades, a Sra Rabbani, além de ter sido uma administradora eficaz e incansável viajante internacional, era também autora poeta, palestrante e produtora de cinema. Seus inúmeros livros, inclui, dentre eles 'A Pérola Inapreciável'?, uma longa biografia de Shoghi Effendi, e "Prescrição para a Vida'?, que trata da aplicação na vida pratica dos ensinamentos espirituais.

Finalizo transmitindo meus sentimentos e solidariedade aos Bahá'ís do Brasil e de todo mundo com a certeza de que eles saberão ser herdeiros dignos do exemplo de vida da Senhora Ruhiyyih Rabani."

 



 

RTV - Canal 10 de Maringá transmite para 200 mil
o vídeo documentário "32 dias de Luz"

"Querida Assembléia Nacional: Fiel à característica da amada Ruhiyyih Khánum de sermos objetivos, práticos, e buscar resultados, a Comunidade Bahá’í de Maringá, Paraná, obteve excepcionalmente, em decorrência do falecimento da Ruhiyyíh Khánum, a permissão da estação transmissora regional da televisão, a RTV Canal 10, de interromper a sua programação normal no horário nobre e mostrar, gratuitamente, às 20:00 hrs ontem a noite, dia 21 de janeiro, o vídeo "32 Dias no Brasil". Com uma audiência garantida de 200.000 telespectadores, e uma abrangência de 70 municípios com 1,5 milhão habitantes, a figura incomparável da Amatu’l-Bahá, ao longo dos 35 minutos, foi exposta para o mundo ver e suas heróicas viagens, a sua fé inabalável na Causa de Deus, e seu amor abundante para o povo indígena, foram amplamente difundidos nessa região sul do pais. Que a alma desta personagem maravilhosa continue o seu abençoado percurso no mundo misterioso do além cercada pelos anjos e cujo ingresso esteja trombeteado pelas vozes dos santos. Com saudações Bahá’ís, A Assembléia Local dos Bahá’ís de Maringá - 22 de janeiro, 2000."


Brasil estará representado no funeral de Ruhíyyih Khanum

A Casa Universal de Justiça autorizou que cada Assembléia Espiritual Nacional poderia estar representada no fiuneral da Mão da Causa de Deus Amatu'l-Bahá Ruhíyyih Khanum, a ocorrer na cidade de Haifa (Terra Santa), no próximo domingo, dia 23 de janeiro de 2000. A Assembléia Espiritual Nacional designou seus membros Vênus Sahihi Pezeschk e Iradj Roberto Eghrari para representar a Comunidade Brasileira nesta preciosa solenidade. Coincidentemente, estes queridos membros da Assembléia encontravam-se concluindo períodos de peregrinação de 9 dias junto com seus respectivos familiares.


Tributo do amigo Luiz Gushiken à memória de Rúhíyyih Khanum

Indaiatuba, 23 de janeiro de 2000

À Assembléia Nacional Bahái do Brasil

Caros amigos,

Acabo de receber a notícia do falecimento da sra. Ruhíyyih Khanum.
Vêm à minha memória ternas imagens de sua pessoa : amabilidade, espírito radiante, porte majestoso e lutadora incansável.
Há 3 anos atrás, ocasião em que foi homenageada pela Câmara dos Deputados,  tive a honra de proferir na tribuna o discurso de  saudação. Lembro-me do seu porte ereto e majestoso. Naquele momento aquela instituição não estava recepcionando simplesmente uma mulher bondosa, inteligente, encantadora e cidadã do mundo. Mais do que isso, no assento da Câmara dos Deputados do Brasil estava a mais alta autoridade da Comunidade Bahái, a última remanescente da família sagrada de Bahá’u’lláh, razão pela considerei necessário deixar registrado na anais daquela instituição um posicionamento inequívoco sobre o teor daquela homenagem. Disse o seguinte :
“Hoje convidamos os deputados e os amigos baháis para homenageá-la por tudo o que a senhora tem feito em prol de uma sociedade mais justa e humana. Como sabe V.Senhoria, há 4 anos atrás esta Casa realizou uma sessão solene pelo centenário do falecimento de Bahá’u’lláh. Ouso dizer, que em verdade, nenhuma instituição é, e jamais será suficientemente digna de fazer menção Daquele que é o  Autor da mais poderosa revelação religiosa já criada.  Por tudo isso, mais do que uma homenagem a V.Senhoria, que de forma tão exemplar defende os ideais de Bahá’u’lláh, a presente sessão solene  é uma honra para esta Casa.“
Seu espírito alegre me faz lembrar de uma ocasião, em 1994, num memorável jantar na casa onde morou o Mestre, em Haifa, onde estiveram presentes membros da Casa Universal de Justiça. Recordo-me do seu sorriso acariciante quando levantei uma dúvida, a propósito de minhas interpretações sobre certos textos da Fé Bahái,  perguntando-lhe se a Fé Bahái não era uma religião política já que pregava a criação de um Estado Supranacional. Sorrindo alegremente, me respondeu : “ deixo esta questão para os amigos da Casa Universal “, e olhando marotamente para os referidos membros da Casa, continuou rindo gostosamente da pergunta, acariciando ternamente minhas mãos. Indubitavelmente ela tinha o Dom de brincar com as coisas e torná-las simples.
Que o belo exemplo da sra. Ruhíyyih Khanum seja sempre recordado.
Do amigo
Luiz Gushiken


Repercussão no Congresso Nacional em Brasília
 

Solidária pesar inestimável perda gentileza transmitir família enlutada Comunidade Bahá'í do Brasil meus sinceros sentimentos.
Senadora Emília Fernandes

====

A Comunidade Bahá'í do Brasil
Transmito os meus sentimentos de pesar pelo passamento da Sra. Ruhíyyih Rabbani, que nos deixa um valioso legado de idéias e trabalho humanitário em defesa da justiça, paz, igualdade e fraternidade.
Cordialmente,
Geraldo Magela, Deputado Federal (PT-DF)

====

Conternado nesse momento de dor para todo Estado Israel manifesto grande pesar e sentimento perda irreparável Senhora Ruhíyyih Rabbani.
Deputado Severino Cavalcanti, 2o. Vice-Presidente Câmara dos Deputados

====

Em meu nome e em nome da bancada do Partido dos Trabalhadores, apresento minhas condolências por ocasião do falecimento da Sra. Ruhíyyih Rabbani da Comunidade Bahá'í do Brasil.
Atenciosamente,
Deputado José Genoíno
Líder do PT na Câmara dos Deputados

====

É com profundo sentimento de pesar que recebo a notícia. Perde o Brasil uma cidadã do mundo que soube como poucas agir no sentido de uma humanidade forte nos valores da justiça e da igualdade de direitos. Peço transmitir aos saguidores da religião Bahá'í meu profundo pesar.
Deputado Fernando Ferro

====

Consternados com o desaparecimento inesperado da ilustre Sra. Ruhíyyih Rabbani, manifestamos nossos pêsames e solidariedade à família enlutada.
Atenciosamente,
Deputado Wellington Dias (PT-PI)


Embaixador de Israel no Brasil presta tributo a Rúhíyyih Khanum

EMBAIXADA DE ISRAEL
BRASÍLIA

Brasília, 25 de Janeiro de 2000

Sr.
Said Akhaván
Coordenador Diplomático da Comunidade Bahá'í do Brasil
Brasília, DF

Estimado Senhor S. Akhaván,

Foi com grande dor e tristeza que recebi a notícia do passamento da Sra. Rúhíyyih Rabbani - Amatu'l-Bahá. Eu sempre recordarei o privilégio de minha reunião e conversa com ela em Brasília e a inteligência, devoção, dedicação e autoridade que tanto marcaram sua personalidade. Possa sua alma descansar em paz, satisfeita com sua grande contribuição à Comunidade Bahá'í e a sua missão humanitária.

Por gentileza esteja seguro de minha consideração mais elevada,

Yaacov Keinan
Embaixador

 



 

A gratidão dos bahá'ís da Amazônia a Rúhiyyih Khanum

Compartilhamos mensagem recém-recebida dos amigos bahá'ís de Manaus dirigida à Assembléia Nacional:

"Estimados amigos, com corações contritos pela perda inesperada da amada Mão da Causa de Deus – Amatu’l-Bahá Ruyyihi Khanum, a Comunidade Bahá’í de Manaus, vem rendendo homenagens em sua memória, havendo iniciado no dia 19 de janeiro, quando informados do seu falecimento, na reunião que seria para celebrar a festa de 19 dias, foi transformada em uma reunião para render nosso mais sincero amor com orações especiais, leitura de biografia, leitura de carta da Assembléia Espiritual Nacional do Brasil informando seu falecimento e carta da Casa Universal de Justiça, relatos da sua visita, na Sede Bahá’í de Manaus, com presença de 20 amigos aproximadamente.

No dia 22 de janeiro, com a participação de 45 amigos e simpatizantes, foi realizada uma reunião em homenagem a esta distintíssima serva, na Sede Bahá’í de Manaus, com orações, leitura de carta enviada pela Assembléia Espiritual Nacional do Brasil e mostra do vídeo ”32 Dias de Luz“, comovendo a todos os presentes.

No dia 23 de janeiro, ás 7:00 horas, algumas famílias ofereceram orações especiais na Ponta Negra, exatamente no local onde ela pegou o barco para relembrar sua última visita ao Amazonas e lembraram da sua alegria, amor e serviço a Causa.

No dia 28 de janeiro estará realizando-se uma reunião no Auditório da Escola Técnica Federal do Amazonas ás 19:00 horas, havendo sido convidados autoridades, imprensa, amigos e  público em geral. Neste período temos já envolvido toda a comunidade bahá’í de Manaus para fazer possível conseguir  maior divulgação na midia, com possibilidades de passar algum compacto do vídeo ”32 dias de luz“ em algumas emissoras de TV, informando com maior precisão após realizada esta atividade.

Informamos ainda que nas cidades de Boa Vista, Bonfim, Iranduba e Rio Branco os amigos hão realizado reuniões especiais em sua memória.

Rogando ao Todo Glorioso nos confirme no seu caminho... "


Juiz de Fora tem declarações em reunião em memória de Rúhíyyih Khanum
 
"Na noite de domingo, organizamos uma reunião em homenagem à vida de Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum. Vários bahá'í da comunidade e contatos estiveram presentes. Foram feitas orações, foram lidas poesias compostas por Rúhiyyih Khanum e sua história foi contada. Assistimos o vídeo-documentário "32 Dias de Luz". Quando chegou a parte social, as pessoas ficaram conversando sobre a vida de Amatu'l-Bahá e outras coisas... Até que um casal que vinha participando assiduamente dos fire-sides levantou a voz e disse que queriam se declarar bahá'ís. Foi muita alegria para todos presentes na festa e toda a comunidade. Com certeza isso foi obra de Rúhiyyih Khanum "mechendo os pauzinhos" lá no Reino de Abhá. Notamos que com o passamento de nossa querida Mão da Causa iniciou-se, no mundo, uma nova era, quando se avançará o processo de entrada em tropas... uma nova onda de luz e espiritualidade se propaga pelo planeta. ..."


Vitória do Espírito Santo têm bela reunião em memória de Khanum na Sede Local

O Conselho Bahá'í do Espírito Santo promoveu uma Reunião Especial de Oração em memória da querida Mão da Causa de Deus, Ruhíyyih Khanum, às 9 horas do dia 23/01/2000, na Sede Bahá'í de Vitória. A reunião realizou-se num clima de intensa espiritualidade. Antes de iniciar a sessão de orações, foi lido sobre sua a vida, seguida de maravilhosos relatos da Srª Touba Maani, que esteve acompanhando-a na ocasião da "Expedição Luz Verde" na região amazônica, contando-nos da determinação e da dedicação inigualável dessa amada Mão da Causa de Deus no campo de ensino da Fé. A seguir, foi lida a mensagem da Casa Universal de Justiça sobre o seu passamento e logo depois, com grande devoção, iniciamos as orações em sua memória. Participaram cerca de 20 bahá'ís da Grande Vitória.


Escola de Verão no Soltaniéh faz tributo a Rúhíyyih Khanum

A Escola de Verão no Centro Educacional Bahá'í do Soltaniéh, que teve início no último dia 24 de janeiro e será concluída no dia 28, recordará em Noite Mística a memória da Mão da Causa de Deus Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum. Esta Escola tem uma participação recorde de 75 participantes e é promovida pelo Conselho Bahá'í de São Paulo. No tributo a Amatu'l-Bahá será lida excertos de uma inspiradora carta escrita por sua mãe, May Maxwell para a também Mão da Causa de Deus, Agnes Alexander onde May se refere às circunstâncias em que o Mestre lhe concedeu a bênção da maternidade.


Jornais de grande circulação nacional divulgam falecimento
de Rúhíyyih Khanum

O Correio Brasiliense, edição de 26 de janeiro destacou a vida de Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum na prestigiada coluna de Gilberto Amaral. O jornalista destacou suas viagens pela paz mundial, sua preocupação com o futuro dos povos indígenas e sua posição ímpar na história da religião bahá'í. Este jornal é o mais lido na Capital Federal e durante sua visita a Brasília em 1996 cobriu a histórica Sessão Solene na Câmara dos Deputados.

O jornal Folha de São Paulo, edição de 23 de janeiro destacou o passamento de Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum.


Brasília tem reunião especial na Sede Nacional

A Assembléia Espiritual Local convocou a Comunidade Bahá'í de Brasília para uma reunião especial em memória de Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum, com o objetivo de homenagear os feitos desta alma abençoada e sua inestimável contribuição ao crescimento da Fé Bahá'í no mundo inteiro. A reunião ocorreu na Sede Nacional Bahá'í (SHIS QL 08 conj. 2 casa 15), no domingo (23/01), ás 10:00h, coincidindo com o horário em Haifa da cerimônia de sepultamento da amada Mão da Causa de Deus. O programa constou da leitura de orações bahá'ís em diversos idiomas, incluindo uma oração em um idioma indígena, foi seguido por uma breve palestra sobre a vida de Rúhíyyih Khanum e a apresentação do vídeo documentário "32 Dias de Luz", que trata de sua histórica viagem ao Brasil em 1996 para a comemoração dos 75 anos do estabelecimento da Fé Bahá'í no Braisl e os 20 anos da "Expedição Luz Verde" na região amazônica.


Conselho do Nordeste tem sessão de orações em memória

"Com muito amor bahá'í, vimos informar que o Conselho Bahá'í Nordeste (CE/PB/PE/RN)  reuniu-se no dia 23 de janeiro às 9:15 horas e durante uma hora, através de orações e leitura de Textos Sagrados prestou homenagem a Amatu'l-Bahá Ruhiyyih Khanum. Em várias localidades reuniões de oração em sua memória já foram ou estao sendo realizadas..."


Bauru reúne comunidade para lembrar feitos de Khanum no Brasil

A Comunidade Bahá'i de Bauru dedicou sua reunião semanal de dia 20 de Janeiro na casa da Familia Santarcangelo à memória da Mão da Causa de Deus Rúhíyyih Khanum.  Depois de compartilhar as mensagems recebidas da Casa Universal de Justiça, da Assembléia Espiritual Nacional, do Conselho Bahá'í, da Assessoria de Comunicações, juntos ficamos comovidos com a apresentação do vídeo "Uma Viagem Histórica - A visita da Mão da Causa de Deus ao Brasil".  Depois de várias orações vivemos momentos de muita confraternização,  e a felicidade em saber da grande ajuda que nossa comunidade, e todo o mundo bahá'í, certamente vai receber, emanada desta alma tão dedicada durante toda sua vida...
(Excertos de uma mensagem eletrônica recebida da Comunidade Bahá'í de Bauru)


De Belém à Ilha do Marajó: reuniões em memória
de Rúhíyyih Khanum

Comunidades do norte brasileiro, localizadas nos Estados do Pará e do Macapá que já realizaram reuniões de orações em memória de Rúhíyyih Khanum: Belém, Ananindeua, Macapá, Icoaraci e Salvaterra, na Ilha do Marajó.


Belo Horizonte reúne dezenas de amigos na Sede Local para reverenciar Ruhíyyih Khanum

No dia 19 de janeiro, à noite, foi realizada uma comovedora reunião devocional em memória de Amatu'l-Bahá Ruhíyyih Khanum, reunindo dezenas de bahá'ís na Sede Local de Belo Horizonte. O programa constou de seleção de orações e textos sagrados, declamação de poemas de autoria da amada Mão da Causa de Deus, projeção do belo vídeo "32 Dias de Luz", havendo uma grande comoção entre os presentes quando das imagens de Khanum diante das cataratas de Foz do Iguaçu.


Ensino com 17 declarações é dedicado à memória
de Rúhíyyih Khanum

Instituto Bahá'í da Bahia enviou a seguinte mensagem:
"Sete dos dezenove amigos que estão estudando o Livro 6, na Sede Regional de Salvador, realizaram juntamente com os bahá'ís de Sucupió uma Reunião de Amigos na noite do dia 19/01/00. Nesta reunião estavam presentes aproximadamente 30 pessoas entre bahá'ís e contatos, sendo que ao final do encontro tivemos 17 novas almas aceitando a Causa de Bahá'u'lláh. Esse evento e suas vitórias foram humildemente dedicadas à amada Mão da Causa de Deus, Amatu'l-Bahá Ruhiyyih Khanum. Todos os participantes saíram da reunião com os corações plenos de alegria e gratidão ao Bem Amados das nações que nos permitiu participar deste banquete celestial."


Piracicaba realiza reunião em memória de Khanum

Compartilhamos email da Assembléia Local de Piracicaba:
"...Realizamos no domingo passado (23/1/00) uma Reunião Devocional especialmente dedicada em memória de nossa amada Ruhíyyih Khánum. Estiveram presentes 5 adultos e 2 crianças, e fizemos orações durante meia hora, com ínicio às 9:00hs. O clima estava bastante espiritual e esperamos que nossas orações tenham atingindo o Reino nas Alturas.
 


Campinas divulga em jornais e faz reuniões devocionais em memória de Rúhíyyih Khanum

O Conselho Bahá'í do Estado de São Paulo compartilha as seguintes homenagens póstumas a Rúhíyyih Khanum por parte da Comunidade Bahá'í de Campinas, São Paulo:
        No dia 23 de janeiro de 2000, no jornal Folha de São Paulo, (Caderno de Campinas) uma pequena nota, referente ao falecimento.
        Dia 25 de janeiro, reunião de orações na sede local com o grupo do curso Ruhi.
        Dia 26 de janeiro, jornal Correio Popular, uma reportagem referente ao falecimento, muito interessante que foi enviada pelo nosso representante para a mídia.
        Dia 1o. de fevereiro, na sede local será realizada reunião com toda comunidade.
 


Reuniões em memória Khanum nos Estados de Alagoas e Bahia

Recebemos notícias, em 26/1/2000,  do Conselho Bahá'í para Alagoas, Bahia e Sergipe de que foram realizadas reuniões devocionais em memória de Amatu'l-Bahá Rúhíyyih Khanum nas comunidades de Salvador, Lauro de Freitas, Maceió e Ribeira do Pombal.
 



 
 

NO EXTERIOR
 

Bahá'is do Canadá prestam tributo inesquecível à sua filha ilustre

A cerimônia em memória de Ruhíyyih Khanum em Montreal (Canadá) foi muito emocionante. Tribos indígenas, nativas do Canadá, o país de nascimento de Amatu'l-Bahá se fizeram representar com seus trajes típicos, usando suas músicas solenes, com seus cachimbos da paz e outros símbolos de suas ricas heranças culturais.

Os índios Montagnais que não puderam estar presentes foram recordados com uma grande vela acesa que simbolizou o espírito de Rúhíyyih Khanum e seu amor todo especial pelos povos indígenas de todo o mundo. Foi providenciado um grande retrato dela, usando uma linda mantilha.

Vários buquês de rosas ornamentaram o grande salão da reunião. A mensagem da Casa Universal de Justiça foi lida e então os corações foram enternecidos com a bela música de Bach ao violino. As Palavras Ocultas foram recitadas tendo como fundo música clássica tocada por um pianista. Orações e músicas se intercalaram ao longo da noite.

Uma mensagem da Assembléia Espiritual Nacional do Canadá foi lida por Ross Woodman, que serviu naquela instituição pela primeira vez no ano de 1948. Ele contou como Mark Wedge, um nativo canadense e Amin Bananí, estiveram em Haifa e de como os outros 7 membros estiveram em reuniões regulares em Whitehorse e de como Rúhíyyih Khanum amava aquele lugar especial do Norte.

Foi mencionado que o funeral ocorreu nas cercanias de sua casa, a Casa de 'Abdu'l-Bahá. Que os membros da Casa Universal de Justiça conduziram o ataúde. Ela foi conduzida de seu lar para um pequeno jardim que ela tanto amava e lá foi sepultada.

O casal, Mitra e Alexander, contaram suas recordações de Khanum. Eles disseram que ela estava sempre feliz quanto tinha que retornar a Montreal. Alexander terminou dizendo que sempre que conversava com ela tinha o sentimento de que ela estava ali e ao mesmo tempo estava também distante. Como um capitão de navio que vê o horizonte e ao mesmo tempo está ciente de tudo o que se passa ao seu redor, a situação de cada marinheiro. Ele concluiu lendo com voz embargada o belo poema de Walt Whitman: "O Capitão, Meu Capitão!" (*)

Foi apresentado um vídeo. Rúhíyyih Khanum dirigindo a palavra aos 32.000 do Congresso Mundial em 19992. Ela estava lá no palco urgindo-nos a nos recordar das palavras de Bahá'u'lláh para o Professor Browne, de que o propósito da religião é a felicidade das nações. Que nós éramos sortudos em sermos capazes de mirar tão vasto horizonte, mesmo em um futuro aparentemente tão difícil. Que nós sabemos e que precisamos dizer aos outros, do futuro glorioso que nos aguarda.

Uma apresentação de slides de suas viagens seguidas pela leitura dos países que ela visitou.  Verdadeiramente comovedor porque ela foi um a um. Ano após ano, país após país.

E, finalmente, ao término da celebração, a coordenadora da sessão recordou de como, ao fim de uma conferência anos atrás em Kampala, na África, Rúhíyyih Khanum admoestou os amigos com estas palavras:

"Eu anseio que cada um de vocês retorne desta conferência como sendo uma chama de fogo e crie um memorial digno de nosso amado Guardião."

A coordenadora exortou aos presentes a que ao deixarem essa reunião, sejam como uma chama de fogo em memória de nossa bem-amada Rúhíyyih Khanum.
-----------------------------------------

(*) Este poema ficou ainda mais famoso após o filme 'Sociedade dos Poetas Mortos'.


Repercussão nos jornais dos Estados Unidos sobre
o falecimento de Khanum

No dia 23 de janeiro, o jornal The New York Times divulgou grande matéria, assinada pelo Sr. Douglas Martin, com o perfil biográfico de Rúhíyyih Khanum. A manchete do NYT foi "Rúhíyyih Rabbani, Líder da Fé Bahá'í, falece aos 89".

No dia 24 de janeiro, o jornal Star Tribune divulgou com destaque em sua coluna de obituário o falecimento da Mão da Causa de Deus Rúhíyyih Rabbani.

Outros jornais como Washington Post, Los Angeles Times e agências noticiosas como Associated Press deram cobertura ao passamento da Mão da Causa de Deus ocorrido em 19 de janeiro último, em Haifa, na Terra Santa.