Hora Decisiva para Todas as Nações

"I. Visão geral: Uma oportunidade para reflexão

O caminho está aberto para novas definições de direitos humanos e afirmações da dignidade pessoal, para oportunidades ampliadas de realização individual e coletiva, e para novas e audazes vias de avanço do conhecimento e da consciência humanos.
    …
Como uma organização internacional, a ONU tem demonstrado a capacidade da humanidade para trabalhar em ação conjuntamente nas áreas da saúde, agricultura, educação, proteção ambiental e o bem-estar da criança. Ela afirmou nossa vontade moral coletiva de construir um futuro melhor, evidenciada pela ampla adoção dos acordos internacionais sobre direitos humanos. Revelou a compaixão profundamente arraigada da raça humana, evidenciada pela doação de recursos financeiros e humanos na assistência aos necessitados. E nos importantíssimos domínios da construção da paz e da sua manutenção, a ONU desbravou um caminho corajoso, rumo a um futuro sem guerras.


Também quanto às questões sociais, persistem graves problemas. Embora se tenha alcançado novos níveis de consenso sobre programas globais para a promoção da saúde, do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos, a situação social em muitas regiões do mundo se deteriorou. A alarmante proliferação do racismo militante e do fanatismo religioso, o crescimento canceroso do materialismo, o avanço epidêmico do crime e da criminalidade organizada, o aumento generalizado da violência gratuita, a crescente disparidade entre ricos e pobres, as persistentes iniqüidades enfrentadas pelas mulheres, a ruptura dos laços entre as gerações, causada pelo desmoronamento da vida familiar, os excessos imorais do capitalismo desenfreado e o crescimento da corrupção política -- tudo isso evidencia a deterioração social. Um bilhão de pessoas, pelo menos, vivem em abjeta pobreza e mais de um terço da população do mundo é analfabeta.

É no intuito do espírito de contribuir para o crescente debate e consulta sobre esse assunto de primordial importância, que a Comunidade Internacional Bahá'í vem compartilhar suas idéias. Nossa perspectiva está baseada em três proposições iniciais. 

Primeiro, as discussões sobre o futuro da ONU devem ocorrer dentro do amplo contexto da evolução da ordem internacional e seus rumos. A ONU evoluiu em paralelo com outras grandes instituições do final do século 20.
É em seu conjunto que essas instituições irão definir a evolução da ordem internacional -- e por ela serão configuradas. Portanto, a missão, o papel, os princípios operacionais e mesmo as atividades da ONU só devem ser examinados à luz de sua adequação ao objetivo mais amplo da ordem internacional. 
Segundo, uma vez que o conjunto da humanidade é uno e indivisível, cada membro da raça humana nasce neste mundo como um guardião do todo. Esse relacionamento entre o individual e o coletivo constitui o fundamento moral da maioria dos direitos humanos que os instrumentos da ONU estão tentando definir. Ele também serve para definir um propósito maior da ordem internacional, ao estabelecer e preservar os direitos do indivíduo."

Embora se tenha alcançado novos níveis de consenso sobre programas globais para a promoção da saúde, do desenvolvimento sustentável e dos direitos humanos, a situação social em muitas regiões do mundo se deteriorou.

Um bilhão de pessoas, pelo menos,  vivem em abjeta pobreza e mais de um terço da população do mundo é analfabeta. 

Clique aqui para ler a íntegra do documento "Hora Decisiva para Todas as Nações"

Voltar