Curso Desenvolvimento Espiritual Integral à Luz dos Ensinamentos da Fé Bahá'í



Segunda Parte - Primeira Lição
NOSSO LUGAR NA HISTÓRIA


Qual o destino da humanidade?

Na primeira parte do nosso curso, estudamos o ser humano como indivíduo e seu lado espiritual. Como pode transformar-se realmente, superar sua natureza inferior e material e desenvolver o potencial do seu espirito, para ser um HOMEM verdadeiro e completo, física, intelectual e espiritualmente falando.

No entanto, isso não é tudo. A grande realidade é que o ser humano não pode se isolar do resto da humanidade onde vive, de sua cidade, de seu país, e até do mundo. Hoje, um problema social numa cidade do interior da África, por exemplo, repercute e influencia outras pessoas em áreas longínquas do planeta.

As afirmativas acima são evidentes. O homem, se não participar dos assuntos da humanidade, será incompleto, estará fora da realidade da vida e, com certeza, não será uma pessoa feliz. Deve conhecer e participar. Deve colaborar, participando como melhor puder, na solução dos problemas humanos.

A Fé Bahá’í não seria completa se não tratasse dos problemas humanos como um todo, abrangendo toda a humanidade. Transformar pessoas comuns em pessoas espiritualmente conscientes, é o primeiro passo. Formar uma sociedade de ouro, com indivíduos de ouro, é o objetivo final. Por que? Para que a felicidade no planeta seja completa, incluindo todos os seres humanos, onde quer que vivam, qualquer que seja a raça, a nacionalidade, a religião e o meio social que habitem.

O primeiro passo a dar, portanto, é conhecer o destino da humanidade.

Escreveu Kant em seu Ensaio sobre a Paz Eterna:

A história da raça humana, revista como um todo, deve ser olhada como a realização de um plano oculto da natureza para estabelecer uma constituição política interna e externamente perfeita, e como sendo o único estado no qual todas as capacidades implantadas por ela na humanidade, possam ser inteiramente desenvolvidas. 1

"... realização de um plano oculto... " eis a descrição da história. Tal como o crescimento e a frutificação da árvore: o destino do homem é a realização de um plano oculto dentro de sua própria natureza potencial, para produzir... o que?

Por milhares de anos, os homens tiveram a visão de um grande Dia, quando converterão as suas espadas em enxadões, quando a terra ficará cheia do conhecimento de seu Senhor, quando haverá uma verdadeira irmandade, o Reino de Deus na terra. Venha a nós o vosso Reino foi outrora a súplica realista e confiante. E hoje, qual a posição da humanidade? Teremos o Reino de Deus na terra algum dia?

O próximo passo na história da humanidade

Bahá’u’lláh faz um anúncio espantoso: ESTE É O DIA! Ele declara que a visão que preservamos há tanto tempo é verdadeira e que a meta da história agora está prestes a ser alcançada!

Essa meta não é um fim em si mesmo, mas apenas a porta que se abre para algo mais elevado do que qualquer outra coisa conhecida até agora. Esse objetivo é a fraternidade universal, ou Ordem Mundial. E a Ordem Mundial é o sinal exterior de maturidade da raça humana. Justamente como a árvore, quando é chegada a frutificação, tem diante de si a mais longa e útil parte de sua vida, assim o homem, agora que ele está se aproximando da maturidade, encontra-se no limiar da mais longa e esplêndida era de sua existência.

Essa Ordem Mundial não será estabelecida por nenhum ato mágico ou arbitrário, mas há de ser atingida pela espécie humana através de uma transição dolorosa, mas necessária, da adolescência à maturidade. Estamos agora nessa época de transição.

Nossa visão da história, pois, é de um processo natural de crescimento, cujo alvo é conduzir o homem, não só o indivíduo, mas também a comunidade, à maturidade, de modo que suas potencialidades latentes possam ser inteiramente manifestadas. Essas potencialidades são, a nível do indivíduo, de tornar-se a imagem de Deus, e, a nível da sociedade, estabelecer o Reino de Deus na Terra.

Misteriosamente, com lentidão, mas com poder irresistível, Deus efetua Seu desígnio, embora o espetáculo com que nossos olhos hoje se defrontam seja o de um mundo desesperadamente enredado em suas próprias maranhas, desatendendo, por completo, à Voz que há um século o chama a Deus, e miseravelmente servil às vozes de sereia que tentam seduzí-lo ao vasto abismo.

Não é outro o desígnio de Deus, sendo o de inaugurar - por meios que somente Ele pode usar e cuja plena significação Ele, tão somente pode sondar - a Grande Idade Áurea de uma humanidade desde longo tempo dividida e angustiada. Seu estado atual está negro. Seu futuro remoto, porém, será radiante, gloriosamente radiante tão radiante que nenhuma visão o pode abranger. Shoghi Effendi (neto de 'Abdu' l-Bahá) 2

Os homens foram criados a fim de levar avante uma civilização em constante olução. Bahá’u' lláh 3

A terra é um só país e os seres humanos seus cidadãos. Bahá’u’lláh 4



| Home | Segunda Lição -->


Webmaster - Comunidade Bahá'í do Brasil