O princípio central: a unicidade da humanidade

A unicidade da humanidade é o princípio central e a meta da missão de Bahá’u’lláh. A convicção de que pertencemos a uma única família humana está na essência dos ensinamentos bahá’ís.

Bahá’u’lláh comparou o mundo da humanidade ao corpo humano. Dentro desse organismo, milhões de células, de diversas formas e funções, desempenham seu papel de manter um sistema saudável. O princípio que governa o funcionamento do corpo é a cooperação. Suas diversas partes não competem por recursos; cada célula, desde seu nascimento, está conectada a um processo contínuo de dar e receber.

Cada indivíduo é um membro do corpo da humanidade. Se um membro do corpo estiver em angústia ou aflição, todos os outros membros necessariamente sofrem.

Assim como no corpo humano, a unicidade da humanidade não implica uniformidade, e sim unidade na diversidade. Mais do que mera tolerância das diferenças ou enaltecimento de aspectos superficiais das diversas culturas, a diversidade da família humana deve ser causa de permanente amor e harmonia, “como na música, em que muitas notas diferentes se harmonizam na composição de um perfeito acorde.”

Acreditamos que o reconhecimento da unicidade da humanidade é o desafio espiritual e social básico desta era e que a justiça deve se tornar o princípio organizador central de uma nova ordem social decorrente desse reconhecimento.

A comunidade bahá'í do Brasil 

Uma comunidade diversa buscando construir uma sociedade unida e justa.

O início da Fé bahá'í no Brasil 

As primeiras respostas do Brasil à Mensagem de Bahá´u´lláh

info@bahai.org.br

(+55 61)3255-2200

  • Facebook - White Circle
  • Branca ícone do YouTube