Remoção de Dificuldades

Oracoes / Categorias / Remoção de Dificuldades

Orações para Remoção de Dificuldades

Ó Tu, Cujas provações são um remédio eficaz para aqueles próximos de Ti, Cuja espada é o desejo ardente de todos os que Te amam, Cujo dardo é aquilo a que mais aspiram os corações dos que por Ti anseiam, e Cujo decreto é a única esperança dos que reconheceram Tua verdade! Imploro-Te, por Tua doçura divina e pelos esplendores da glória do Teu Semblante, que faças descer sobre nós, de Teu retiro nas alturas, o que nos possa aproximar de Ti. Torna firmes, então, nossos pés em Tua Causa, ó meu Deus; esclarece Tu os nossos corações pelo fulgor dos Teus Nomes.

Bahá'u'lláh

Glória a Ti, ó meu Deus! Não fossem as tribulações que eles suportam em Teu caminho, como haveriam de se distinguir aqueles que verdadeiramente Te amam? E sem as provações enfrentadas por amor a Ti, de que modo seria revelada a posição dos que por Ti anseiam? Tua grandeza dá-me testemunho. Todos que Te adoram têm por companheiros as suas lágrimas, e aqueles que a Ti se volvem têm o consolo de seus próprios gemidos; o alimento dos que se apressam a encontrar-Te são os fragmentos de seus corações despedaçados.

Quanto é doce, ao meu paladar, a amargura da morte sofrida em Teu caminho, e preciosos, em minha estimação, os dardos de Teus inimigos quando me atingem porque enalteço Tua Palavra! Possa eu sorver em Tua Causa, ó meu Deus, o que Tu desejas, e ver descer sobre mim, em Teu amor, tudo o que ordenaste. Por Tua glória! Quero só o que Tu queres; estimo o que Tu estimas. Em Ti depus, em todos os tempos, minha inteira confiança.

Faze erguerem-se como auxiliares para esta Revelação os que sejam julgados dignos de Teu Nome e de Tua soberania, para que se lembrem de mim entre Tuas criaturas e icem as insígnias da vitória em Teu país – eu Te imploro, ó meu Deus!

Poderoso és para fazer o que Te apraz. Não há outro Deus salvo Tu, o Amparo no Perigo, Aquele que Subsiste por Si Próprio.

Bahá'u'lláh

Glorificado és Tu, ó Senhor, meu Deus! Todo homem de compreensão admite Tua soberania e Teu domínio, e todos os olhos que discernem percebem a grandeza da Tua majestade e a força predominante do Teu poder. Os ventos das provações não podem impedir que aqueles favorecidos com Tua proximidade volvam a face para o horizonte da Tua glória; as tempestades das vicissitudes debalde tentarão afastar de Tua Corte aqueles devotados inteiramente à Tua Vontade.

Parece-me que a lâmpada do Teu amor incandesce em seus corações, e a luz da Tua ternura está acesa no íntimo de suas almas. Adversidades não os alienam de Tua Causa; os reveses da fortuna jamais os farão desviarem-se de Teu agrado.

Imploro-Te, ó meu Deus, por eles e pelos suspiros emitidos de seus corações em seu afastamento de Ti, protege-os da má influência de Teus adversários e nutre suas almas com aquilo que destinaste a Teus bem-amados, aos quais nenhum receio atingirá nem tristeza haverá de alcançar.

Bahá'u'lláh

Louvor a Ti, ó Tu que inclinas Teus ouvidos aos suspiros dos que de todo apego se livraram, exceto de Ti, e escutas a voz da lamentação daqueles que só a Ti se dedicam! Vês tudo o que lhes sobreveio nas mãos daquelas criaturas Tuas que transgrediram e se rebelaram contra Ti. Tua grandeza dá-me testemunho, ó Tu que és o Rei dos domínios da justiça e o Governante das cidades da mercê! Tais foram as tribulações por eles sofridas, que nenhuma pena em toda a criação as pode contar. Fosse alguém tentar mencioná-las, ele se acharia incapaz de as descrever.

Desde que essas tribulações, entretanto, foram suportadas em Teu caminho e por amor a Ti, os assim afligidos Te agradecem sob todas as condições, dizendo: "Ó Tu, que és o Deleite dos nossos corações, Aquele a Quem adoramos! Se as nuvens do Teu decreto chovessem sobre nós os dardos da tribulação, recusaríamos, em nosso amor por Ti, ser impacientes. Dar-te-íamos louvor e graças, pois reconhecemos e nos persuadimos de que Tu ordenaste somente o que nos fosse o melhor. Se sobre nossos corpos pesam algumas vezes os desgostos, nossas almas, no entanto, se regozijam com grande alegria. Tua grandeza nos dá testemunho, ó Tu que és o Desejo de nossos corações e o Júbilo de nossas almas! Todo desgosto que nos atinge em nosso amor por Ti evidencia Tua mercê; toda provação de fogo é sinal do esplendor da Tua Luz; cada tribulação penosa, um alívio; cada faina, um repouso deleitável; cada angústia, uma fonte de contentamento."

Quem se impacienta nas tribulações que lhes atingem em Teu caminho, ó meu Senhor, não sorveu da taça do Teu amor, nem saboreou a doçura da Tua lembrança. Imploro-Te – por Aquele que é o Rei de todos os Nomes e seu Soberano, o Revelador de todos os atributos e seu Criador, e por aqueles que se elevaram e se aproximaram de Ti, alçando vôo para o recinto da Tua Presença, e que suportaram as cadeias esfoladoras por Tua Causa – imploro-Te que concedas Tua graça a todo o Teu povo, para que reconheça Aquele que é o Manifestante de Ti próprio, Aquele que sofreu exílio e prisão por haver convocado para Ti o gênero humano...

Bahá'u'lláh

Ó Deus! As provações mandadas por Ti são um bálsamo para as feridas de todos aqueles que se devotam à Tua Vontade; a lembrança de Ti é um remédio que alivia o coração de quem se aproximou de Tua Corte; Tua proximidade é a verdadeira vida para aqueles que Te amam; Tua presença é o ardente desejo dos que aspiram a contemplar o Teu Semblante; o seu afastamento de Ti é um suplício para todos os que admitiram Tua Unidade, e a separação de Ti é morte para aqueles que reconhecem Tua Verdade!

Imploro-Te – pelos suspiros daqueles cujas almas por Ti anseiam em seu afastamento de Tua Corte, e pelos gemidos dos que Te amam, enquanto lamentam sua separação – imploro-Te que me nutras com o vinho do Teu conhecimento e as águas vivas da Tua aprovação e do Teu amor. Eis Tua serva, ó meu Senhor, esquecida de tudo, menos de Ti, deleitando-se com Teu amor e lastimando o que Te sucedeu nas mãos dos malfeitores dentre Tuas criaturas. Ordena-lhe o que ordenaste para aquelas de Tuas servas que rodeiam o trono da Tua majestade e, ao anoitecer e ao amanhecer, contemplam Tua beleza.

Tu és, em verdade, o Senhor do Dia do juízo.

Bahá'u'lláh

Enaltecido e glorificado és Tu, ó meu Deus! Rogo-Te – pelos suspiros dos que Te amam e pelas lágrimas vertidas por aqueles que aspiram Tua presença – não me negues a ternura da Tua misericórdia em Teu Dia, nem me prives da melodia da Ave que exalta Tua Unidade diante da luz que se irradia de Tua Face. Sou aquele que está em tribulação, ó Deus! Eis-me apoiado em Teu Nome, o Predominante. Sou aquele fadado a perecer; eis-me afirmando-me em Teu Nome, o Imperecível. Imploro-Te, pois, por Ti Próprio, o Excelso, o Altíssimo, que não me abandones a mim mesmo e aos desejos corruptos. Segura Tu minha mão com a mão do Teu poder, livra-me das profundezas de minhas fantasias e idéias vãs, e purifica-me de tudo o que Tu abominas.

Faze-me, pois, volver inteiramente a Ti, em Ti depositar toda a minha confiança, em Ti buscar refúgio e em direção à Tua Face me apressar. Em verdade, és Aquele que realiza tudo o que pretende, através do poder de Sua grandeza e, graças à potência de Sua Vontade, ordena o que Ele próprio elege. Não há quem possa impedir a operação do Teu decreto ou alterar o curso daquilo que Tu determinaste. És, em verdade, o Onipotente, o Todo-Glorioso, a Suprema Bondade.

Bahá'u'lláh

Eu Te adjuro pelo Teu poder, ó meu Deus! Não deixes nenhum mal me sobrevir em tempos de provações e, em momentos de inadvertência, guia meus passos no caminho certo, através de Tua inspiração. Tu és Deus; potente és para fazer o que desejas. Ninguém Te pode resistir à Vontade ou frustrar o Desígnio.

O Báb

Ó Deus, meu Deus! Guarda Teus servos fiéis contra os males do egoísmo e da paixão; protege-os com os olhos vigilantes da Tua benevolência contra todo rancor, ódio e inveja; abriga-os na fortaleza inexpugnável da Tua Causas e, imunes às setas da dúvida, torna-os manifestantes de Teus gloriosos sinais. Ilumina suas faces com os raios refulgentes emanados da Aurora da Tua divina Unidade; alegra seus corações com os versículos revelados de Teu Santo Reino; fortalece-os com Teu poder, que a tudo estremece, vindo da região da Tua glória. És o Todo-Generoso, o Protetor, o Onipotente, o Misericordioso!

‘Abdu’l-Bahá

Ó meu Senhor! Tu sabes que o gênero humano está cercado de pesares e calamidades, de aflições e desgostos. Toda provação ataca o homem e toda adversidade temível o assalta, como se fosse a investida de uma serpente. Não há abrigo ou asilo para ele salvo sob as asas de Tua proteção, Teu cuidado e amparo.

Ó Tu, o Misericordioso! Ó meu Senhor! Seja Tua proteção, minha armadura; Tua preservação, meu escudo; minha humildade ante a porta da Tua Unidade, o que me guarda; e Teu cuidado e defesa, minha fortaleza e morada. Preserva-me das sugestões do ego e do desejo, e guarda-me de toda moléstia, provação, dificuldade e sofrimento.

Em verdade, Tu és Quem protege, guarda e preserva; és o Suficiente e, em verdade, o Mais Misericordioso dos Misericordiosos.

‘Abdu’l-Bahá

Ó Deus, meu Deus! Tu me vês, Tu me conheces; és meu Amparo e Refúgio. A ninguém tenho buscado, nem desejo buscar, salvo a Ti; caminho algum tenho trilhado, nem desejo trilhar, a não ser o caminho do Teu amor. Na noite tenebrosa do desespero, meus olhos volvem-se cheios de esperança e expectativa para o amanhecer de Teu infinito favor e, na hora do alvorecer, minha’alma esmorecida é refrescada e fortalecida com a lembrança de Tua beleza e Tua perfeição. Quem for ajudado pela graça da Tua misericórdia, embora seja apenas uma gota, se tornará o ilimitado oceano, e o mais simples átomo que for amparado pela emanação de Tua benevolência, cintilará como estrela radiante.

Abriga sob tua proteção, ó Tu, Espírito de Pureza, Tu que és o Mais Generoso Provedor, este Teu vassalo e servo extasiado. Ajuda-o, neste mundo da existência, a permanecer constante e firme em Teu amor e permite que esta ave de asas partidas atinja um refúgio e abrigo em Teu Ninho Divino, na Árvore Celestial.

‘Abdu’l-Bahá

Ó Senhor, meu Deus e meu Amparo na aflição! Meu Escudo e meu Abrigo nas tribulações! Meu Asilo e Refúgio em tempo de necessidade e, na solidão, meu Companheiro! Na angústia, meu Consolo; em minha solitude, um Amigo afetuoso! Aquele que remove a dor pungente de meu desgosto e perdoa meus pecados!

Inteiramente para Ti me volvo, implorando-Te com fervor – de todo coração e por pensamentos e palavras – que me protejas de tudo o que for contrário à Tua Vontade, neste ciclo da Tua Unidade Divina, e me livres de toda impureza que me possa impedir de recorrer, sem mancha ou mácula, à sombra da Árvore da Tua Graça.

Tem compaixão do fraco, ó Senhor; restaura o enfermo e alivia-lhe a sede ardente. Alegra o coração em que o fogo do Teu amor está abafado e faze-o arder com a flama de Teu Espírito e Teu Amor celestial.

Adorna os tabernáculos da Unidade Divina com as vestes da mais santa pureza, e põe sobre minha cabeça a coroa do Teu favor.

Ilumina minha face com o brilho do Orbe da Tua bondade e, com benevolência, ajuda-me a ser útil em Teu santo Limiar.

Que meu coração transborde de amor a Tuas criaturas e que me torne o sinal de Tua misericórdia, o símbolo de Tua graça, promovendo concórdia entre Teus bem-amados e me dedicando a Ti e à Tua comemoração, esquecido de mim mesmo, mas sempre lembrado do que é Teu.

Ó Deus, meu Deus! Não me negues as suaves brisas de Teu perdão e Tua graça, nem me prives dos mananciais de Teu auxílio e favor.

À sombra das Tuas asas protetoras possa eu me aninhar, e sobre mim desça Teu olhar de universal amparo.

Rouba-me ao silêncio para elogiar Teu Nome entre Teu povo; faze minha voz erguer-se em grandes assembléias e de meus lábios emanar um dilúvio de palavras em Teu louvor.

Tu és, em absoluta verdade, o Misericordioso, o Glorificado, o Grande, o Onipotente.

‘Abdu’l-Bahá

Ó meu Senhor, meu Bem-Amado, meu Desejo! Sê um amigo para mim em minha solidão, e acompanha-me no exílio; remove meu pesar, faze-me adorar Tua Beleza, afasta-me de tudo, salvo de Ti, e atrai-me com Tuas fragâncias de santidade; permite-me associar, em Teu Reino, aos que de tudo se desprenderam, menos de Ti, que aspiram a servir em Teu sagrado Limiar e se levantaram para trabalhar em Tua Causa. Torna-me uma de Tuas servas que atingiram a Tua aprovação.

Em verdade, és o Benévolo, o Generoso!

‘Abdu’l-Bahá

Ele é Deus!

Ó Senhor, meu Deus!

Ó Tu, que ajudas ao fraco, socorres o pobre e salva o desamparado que para Ti se volta.

Com a maior humildade ergo minhas mãos suplicantes ao Teu reino de beleza e com ardor te invoco, falando do íntimo do meu ser: Ó Deus, meu Deus! Ajuda-me a Te adorar, fortalece meus poderes para Te servir; ampara-me com Tua graça em minha servitude a Ti; que eu permaneça firme em minha obediência a Ti; derrama sobre mim as copiosas graças de Tua benevolência, dirige para mim os olhares de Tua amorosa bondade e imerge-me no oceano de Teu perdão.

Permite que eu seja confirmado em minha fidelidade à Tua fé e concede-me a máxima certeza e segurança para que eu possa desligar-me inteiramente do mundo, voltar minha face com toda devoção em direção à Tua face, ser fortalecido pelo poder irresistível das provas e testemunhos e, investido de majestade e poder, possa ultrapassar todas as regiões do céu e da terra. Verdadeiramente, Tu és o Misericordioso, o Todo Glorioso, o Soberano, o Compassivo.

Ó Senhor! Estes são os sobreviventes dos mártires, aquele grupo de almas abençoadas. Têm suportado todas as tribulações e demonstrado paciência em face da injustiça opressiva. Renunciaram todo conforto e prosperidade, submetendo-se espontaneamente a terríveis sofrimentos e adversidades no caminho de Teu Amor, e estão ainda cativos nas garras de Teus inimigos, que continuamente os atormentaram amargamente e os oprimem porque prosseguem firmemente em Teu reto caminho.

Ninguém há que possa ajudá-los, ninguém para ampará-los.

Além dos ignóbeis e maldosos, não há ninguém para com eles se associar e conviver.

Ó Senhor! Essas almas têm provado amarga agonia nesta vida terrena e, em sinal de seu amor pela beleza radiante de Teu semblante e em sua ansiedade por atingir Teu Reino Celestial, têm tolerado todas as indignidades que o povo da tirania tem infligido sobre elas.

Ó Senhor! Enche seus ouvidos com versos de Ajuda Divina e de uma rápida vitória e liberta-as da opressão daqueles que comandam terrível poder. Detém as mãos do malfeitor e livra estas almas de serem dilaceradas pelas garras e dentes de bestas ferozes, pois em seu amor por Ti ficaram fascinadas e a elas foram confiadas os mistérios de Tua Santidade. Permanecem humildemente à Tua porta, tendo atingido o Teu exaltado Limiar.

Ó Senhor! Generosamente revigora-as com um novo espírito; ilumina seus olhos para que possam contemplar Tuas maravilhosas evidências na escuridão da noite; destina-lhes todo o bem que existe em Teu Reino de eternos mistérios; torna-as como estrelas brilhantes, irradiando sobre todas as regiões; árvores frondosas carregadas de frutos e ramos, movendo-se sob as brisas do alvorecer.

Verdadeiramente, Tu és o Generoso, o Poderoso, o Onipotente, o Irrestrito. Não existe outro Deus senão Tu, o Deus de Amor e amorosa compaixão, o Todo Glorioso, o que Sempre Perdoa.

‘Abdu’l-Bahá

There is currently no content classified with this term.

Subscribe to RSS - Remoção de Dificuldades