O Convênio de Deus com a Humanidade

A Fe Bahai / A Religiao / O Convênio de Deus com a Humanidade

O Convênio de Deus com a Humanidade

Todas as grandes religiões provém de Deus

Deus é a Realidade essencial, o Criador do universo, Cuja natureza é incognossível e inacessível à humanidade. A crença bahá'i em um único Deus significa que o universo e todas as criaturas e forças nele existentes foram criadas por um único Ser supranatural.

Clique aqui para saber mais.

De acordo com os Escritos da Fé Bahá'í, o Convênio é um pacto entre Deus e a humanidade, previsto em cada revelação. Seu objetivo é tanto de garantir melhorias no mundo humano, prolongando os ensinamentos da religião, como evitar que uma nova revelação seja rejeitada pela humanidade no momento de seu surgimento. Assim, o Convênio é o acordo para que a humanidade reconheça o Manifestante de Deus para sua época, assim como o próximo Manifestante que surgirá na época seguinte.

Acreditamos que o Convênio de Deus com a humanidade chegou ao seu ápice atual com a revelação de Bahá'u'lláh, quando Ele estabelece o Convênio de maneira tanto conceitual quanto formal e define os meios para que não haja divisões da religião. Seguindo os Escritos, a força deste Convênio é explicitada por Bahá'u'lláh quando diz que este é "o Dia que não será seguido pela noite".

Instituições da Fé Bahá'í

Na Fé Bahá'í não existe clero ou autoridade individual. O Convênio de Bahá'u'lláh previu o estabelecimento de instituições fortes responsáveis pela condução dos assuntos da religião e pela orientação espiritual após o falecimento das Figuras Centrais.

Clique aqui para saber mais.

Neste aspecto, o que antes dera origem a divisões nas religiões anteriores, como no Judaísmo, Cristianismo, Islamismo, e até mesmo na Fé Babí, não pode mais se tornar causa de divisão na Fé Bahá'í. Essas divisões são comumente conhecidas como seitas; porém, as seitas não são a única maneira em que as religiões são alteradas ou corrompidas de seu aspecto original. A Casa Universal de Justiça reforça esse conceito dizendo: "A Fé Bahá'í não deixou de ter homens ambiciosos que tentaram se apossar das rédeas da autoridade e deturpar a Fé para seus próprios fins, porém sempre se despedaçaram e destituíram suas esperanças na rocha do Convênio."