Calendário Bahá’í

A Fé Bahá'í / A Religião / Calendário Bahá’í

Calendário Bahá’í

A Fé Bahá’í segue o Calendário Badi'instituído pel'O Báb em meados do século XIX e posteriormente confirmado por Bahá'u'lláh.

Trata-se de um calendário solar, ou seja, toma por referência o tempo que a Terra leva para dar uma volta completa em torno do Sol. No total, o Calendário Badi’ apresenta 365 dias nos anos regulares e 366 nos anos bissextos.  

O primeiro dia do ano bahá'í corresponde ao equinócio de outono no hemisfério Sul e de primavera no hemisfério Norte, e sua data exata varia de acordo com o alinhamento entre o Sol e a Terra. No equinócio, os dois hemisférios terrestres são iluminados igualmente por 12 horas, o que ocorre anualmente no dia 19, 20 ou 21 de março, quando é celebrado o Naw-Rúz (Ano Novo). Todas as demais datas - inclusive os Dias Sagrados – se correlacionam com o calendário gregoriano de acordo com essa conjuntura astronômica.

Os anos são compostos por 19 meses de 19 dias cada um, adicionados a um período de quatro dias (cinco nos anos bissextos) chamados de "Dias Intercalares", entre o 18° e o 19° mês (entre o final de fevereiro e o início de março, no calendário gregoriano). Este período intermediário é conhecido como Festival do Ayyám-i-Há, durante o qual a comunidade se dedica a atos de caridade, hospitalidade e troca de presentes. O mês seguinte (‘Alá’) compreende o período do jejum, em que os bahá’ís se abstém de comida e bebida desde o nascer até o pôr-do-sol. 

No Calendário Badi’, o dia inicia-se e termina com o pôr-do-sol, e cada mês possui um nome específico, ressaltando alguns dos atributos de Deus.

Clique aqui para ter acesso a mais informações sobre o calendário bahá’í e à lista de Dias Sagrados.