Algumas Leis Bahá'ís

A Fé Bahá'í / A Religião / Algumas Leis Bahá'ís

Algumas Leis Bahá'ís

 

Clique nos links abaixo para conhecer algumas leis bahá'ís

Oração
Casamento
Educação dos Filhos
Não-envolvimento em Política Partidária 
Jejum
Álcool e Outras Drogas
Funeral

A Revelação de Bahá'u'lláh é vasta. Seus ensinamentos estão reunidos em milhares de volumes, escritos tanto em Árabe quanto em Persa, e posteriormente traduzidos para os idiomas ocidentais por Shoghi Effendi, o Guardião da Fé Bahá'í. 


As principais leis estão codificadas no Kitáb-i-Aqdas - O Livro Sacratíssimo, revelado por Bahá'u'lláh em cerca de 1873, durante Seu exílio e prisão na cidade de 'Akká, na Terra Santa. 

"O primeiro dever prescrito por Deus a Seus servos", escreveu Bahá'u'lláh, "é o reconhecimento dAquele que é o Alvorecer de Sua Revelação e a Fonte de Suas leis, Aquele que representa a Deidade tanto no Reino de Sua Causa como no mundo da criação. Cumpre a cada um que alcança esse mais sublime grau (...) observar todos os mandamentos dAquele que é o Desejo do mundo."

 

Em uma carta a um indivíduo, a Casa Universal de Justiça esclareceu o seguinte:

Kitáb-i-Aqdas, O Livro Sacratíssimo

"Assim como existem leis que governam nossa vida física, exigindo que nosso corpo seja suprido por certos alimentos, mantido a uma determinada temperatura e assim por diante, se quisermos evitar enfermidades físicas, assim também existem leis que governam nossa vida espiritual. Estas leis são reveladas à humanidade em cada era pelo Manifestante de Deus, e obediência a elas é de importância vital para que cada ser humano e a humanidade em geral se desenvolvam adequada e harmoniosamente. Se uma pessoa violar as leis espirituais do seu próprio desenvolvimento, ela prejudicará não somente a si mesma mas à sociedade em que vive. Assim também, a sociedade tem um efeito direto sobre cada pessoa que nela precisa viver...

Ao considerar o efeito da obediência às leis sobre a vida das pessoas, devemos lembrar que o propósito desta vida é preparar a alma para a próxima. Aqui precisamos aprender a controlar e dirigir nossos impulsos animalescos e a não sermos escravos deles."